A morte de MC Daleste voltou a ser investigada e a suspeita agora é que haja ligação com uma ex-garota de programa que era casada com um perigoso traficante. Daniel Pedreira Pelegrine, conhecido por todos como #MC Daleste, morreu em 2013, quando foi baleado na cidade de Campinas, São Paulo. As últimas revelações feitas mostram que o assassinato do funkeiro teria envolvimento de uma garota que deixou a prostituição de lado e foi se casar com um influente traficante de drogas, pelo menos é o que mostra a gravação que o promotor Ricardo José Gasques Silvares recebeu e ao analisar o material decidiu que o caso deveria ser reaberto.

Quem descobriu as gravações foi a advogada Patrícia Vega, que logo tratou de encaminhar o material para o promotor averiguá-lo.

Publicidade
Publicidade

Junto com o material, Patrícia solicitou a reabertura das investigações, entretanto, ela acabou abandonado o caso logo em seguida e preferiu não revelar o que a levou a tomar tal decisão.

As gravações já foram enviadas ao juiz da 1ª Vara de Campinas, mas uma pessoa que conseguiu assistir à imagens contou que ao todo são 15 gravações e que no material estaria revelado não só o que motivou o crime, como também o nome da pessoa que encomendou o assassinato do MC e até o valor que foi pago pela morte de Daleste.

Em julho de 2013, MC Daleste foi assassinado com um tiro no peito bem no momento em que ele estava em um evento na cidade de Campinas, no bairro San Martin. As gravações que trazem revelações importantes sobre o caso teriam sido realizadas por um produtor musical que era mais próximo do funkeiro e que inclusive estava presente no evento.

Publicidade

Daleste estava tendo um relacionamento com uma garota que fazia programas sexuais e eles se encontravam sempre que o cantor se apresentava na cidade de Campinas, ou na região. Acontece que um perigoso traficante de drogas da cidade começou a se apaixonar pela mesma garota e acabou fazendo com que ela deixasse aquela vida de prostituição, dando a ela uma casa nova para morar e até um carro.

O funkeiro não se afastou da garota e eles continuaram mantendo contato. O traficante ao saber ela estava sendo assediada por Daleste, não gostou nem um pouco e contratou um bandido para assassiná-lo. Essas informações até chegaram a ser dadas à polícia na época, só que não havia provas. Agora, com as gravações, o caso será reaberto. #Crime #Casos de polícia