A homossexualidade é um assunto cada vez mais respeitado e aceito pelas sociedades modernas, contudo, um jornalista britânico decidiu usar a sexualidade dos atletas olímpicos e escrever uma matéria polêmica sobre isso. Tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, Nico Hines, jornalista do Daily Beast, utilizou o famoso aplicativo de encontros “Tinder”, para flagrar uma série de atletas, que se encontram na Vila Olímpica, que pudessem ser homossexuais, marcando encontros e garantindo que também ele era homossexual.

Entre muitos atletas olímpicos que já assumiram a sua homossexualidade, como é o caso da campeã Rafaela Silva, também há muitos que preferem manter a sua vida amorosa completamente privada, porém, a mídia, alimentando a curiosidade dos milhões de fãs que acompanham diariamente as #Olimpíadas, tentam de tudo para tornar pública a vida íntima dos atletas mais adorados e seguidos do mundo.

Foi precisamente isso que Nico Hines pensou quando publicou uma grande matéria acerca do que fez para flagrar uma série de atletas na Vila, usando apenas um aplicativo famoso do seu celular.

Publicidade
Publicidade

O resultado foi improvável visto que, segundo a matéria que já foi removida pelo jornal que o britânico estava representando, muitos dos atletas homossexuais são de países que consideram que a homossexualidade é ilegal e altamente punida, muitas das vezes, com pena de prisão ou, até mesmo, como é o caso da Síria, com pena de morte imediata.

Depois de um pedido de desculpas formal por parte do jornal, considerando que a matéria não representa os valores éticos do órgão de comunicação, Nico Hines foi automaticamente afastado da cobertura das Olimpíadas do Rio, tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, não se sabendo, ao certo, qual será o futuro do jornalista no jornal britânico. Nas redes sociais, muitas pessoas indignadas pediram para que, não só o jornalista, mas também o jornal sejam rapidamente removidos do evento, garantindo que eles estão promovendo tudo o que o espirito olímpico sempre condenou.

Publicidade

#Homofobia