O terror espalhou-se no Rio na manhã desta segunda-feira, dia 29. Nabor Coutinho Oliveira Junior tinha 43 anos quando decidiu matar a sua mulher a facadas e ainda jogar todos os seus filhos pela janela do apartamento onde moravam na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, e se suicidou depois.

Os dois filhos do casal foram atirados pela janela de um apartamento do 18º andar. Arthur Khouri, de 7 anos, e Henrique Khouri, de 10 anos, não resistiram aos ferimentos da queda violenta acabando por falecer devido à gravidade dos ferimentos causados. Lais Khouri era a mãe destas crianças e também foi morta por Nabor Coutinho Oliveira Junior, que deu várias facadas em sua mulher no quarto do casal.

Publicidade
Publicidade

Depois desta tragédia, Nabor também se atirou pela mesma janela e também não conseguiu resistir aos ferimentos causados pela queda violenta.

Este #Crime aconteceu no Condomínio Pedra de Itaúna, na Avenida Dulcídio Cardoso, por volta das 6h20 desta segunda-feira. Wilton Santos é o porteiro do prédio onde ocorreu este crime e já comunicou à polícia que todas as vítimas eram sempre tranquilas, sendo que nunca tinha ouvido qualquer queixa ou desentendimento entre este casal. Wilton Santos afirmou ainda que ficou muito surpreendido quando se apercebeu do que tinha acontecido, uma vez que a #Família era muito sossegada. A mulher de 48 anos era muito extrovertida e simpática com todos e o pai das crianças era uma pessoa mais séria e reservada. No entanto, Nabor ia várias vezes jogar bola com os seus filhos perto da entrada do prédio.

Publicidade

A doméstica Lucina Salviano da Silva adiantou à polícia que acordou como sempre às 6h20 para chamar os filhos para ambos irem para a escola. No entanto, ela ouviu muitos barulhos "como se fossem de tiro" e foi imediatamente chamar a sua patroa quando percebeu o que estava acontecendo naquele apartamento.

Os corpos de Nabor e de seus dois filhos também foram encontrados na área da piscina do prédio. As duas crianças estudavam na mesma escola, no entanto, não eram da mesma turma.   #Brasil