Um grande mistério envolve o sumiço de quatro jovens da cidade #Senador Canedo, cidade que possui pouco mais de 100 mil habitantes, e fica na região metropolitana de Goiânia/GO. Os pais dos desaparecidos têm vivido momentos de angústia nos últimos dias, pois seus seis filhos desapareceram sem deixar nenhuma pista.

Já faz quatro dias que ninguém tem notícias de Ingrid Cristina Gonçalves Pereira, de 20 anos, do irmão dela, Jhonatan Gonçalves Pereira, de 18 anos, do ex-namorado de Ingrid, Daniel Dias Machado, de 19 anos, das jovens Glenda Alves da Silva e Karoline Divina Pereira de Fátima, também de 19 anos, e de Felipe Gonçalves Feitosa, de 17 anos.

Publicidade
Publicidade

Desses seis jovens desaparecidos, quatro estavam morando juntos e a casa em que residiam foi encontrada, pelos familiares dos mesmos, com as portas abertas e com os objetos revirados.

A mãe de Ingrid e Jonathan, Cristina Gomes Gonçalves, relata que a filha teria recebido um telefonema de seu ex-namorado Daniel, no dia 19, pois estaria na cidade e queria revê-la. O rapaz disse que estava na casa onde moravam o Jhonatan, um primo deles e as respectivas namoradas. Cristina conta que os dois não estavam mais namorando, mas que ainda se gostavam muito e que o rapaz teria dito à filha que, se ela não fosse ao local, eles não se veriam mais. Mesmo contra a vontade da mãe, Ingrid foi ao encontro do ex, na casa de seu irmão.

Cristina já tinha feito um boletim de ocorrência sobre o desaparecimentos dos dois filhos, e os demais pais fizeram isso nesta segunda-feira (29), na Central de Flagrantes do município.

Publicidade

Segundo informações repassadas pelos próprios pais, todos os jovens tinham envolvimento com drogas, menos a Ingrid, sendo que alguns deles já tinham passagem pela polícia.

A auxiliar de limpeza, Jaqueline Gonçalves da Silva, que é mãe do jovem Felipe, fala que a angústia é muito grande e ficam sem saber o que fazer e o que mais quer é encontrar o filho.

O motorista Ozanan Ricardo Machado, que é pai do Daniel, ex-namorado de Ingrid, afirmou que o filho não tinha motivo para desaparecer. E que não existe pista nenhuma de onde eles possam estar, mas que não há nada que justifique esse desaparecimento. Ele relata que estão todos muito apreensivos e que já não sabem o que fazer, visto que já procuraram em todos os lugares que podiam.

Que esses adolescentes sejam logo encontrados para acabar com a agonia dessas quatro famílias, que se encontram abaladas.   #Pessoas desaparecidas #Investigação Criminal