O ex-jogador de futebol, chamado de 'Rei' por conta de seu talento no esporte, Edson Arantes do Nascimento, Pelé, informou através de um comunicado divulgado nesta sexta-feira, 05, quem não acenderá a pira olímpica no Maracanã, no Rio de Janeiro. Na nota, o ex-atleta alega que não tem condições suficientes de saúde para participar da festa de abertura dos jogos. Ele era então o mais cotado para acender a pira, pois é o esportista brasileiro mais famoso no exterior.

Nas redes sociais, muita gente se sensibilizou com o drama de Pelé, enquanto outras pessoas lembraram que Zagallo, ex-técnico da seleção brasileira de futebol masculino, chegou a carregar a tocha através de um acessório colocado em uma cadeira de rodas.

Publicidade
Publicidade

"O Zagallo é realmente um exemplo. Espero que o Pelé fique bem, mas isso parece apenas uma desculpa de quem não quer participar da festa", criticou um internauta. 

A mídia internacional divulgou com grande repercussão a desistência do ex-jogador por motivos de saúde. "Pelé está fora da Olimpíada", trazia o argentino Olla na capa de seu portal na internet. Na nota, o ex-atleta diz que apenas Deus é mais importante neste momento que sua saúde. Ele diz que suas decisões são de responsabilidade apenas dele, mas que não queria decepcionar o povo brasileiro e a família. O comunicado lembra que ele passou por cirurgias, internações, derrotas e vitórias, mas que neste momento não tem condição de participar da festa dos jogos, que contará com a presença da cantora Anitta. 

De acordo com informações do Globo Esporte, Pelé está sentindo dores muito fortes no quadril.

Publicidade

Ele passou por consultas na semana passada em São Paulo antes de anunciar a decisão. O ex-jogador está com dificuldades de andar. Para isso, tem feito o uso de uma bengala. Familiares do famoso esportista chegaram a dizer que o ideal é que ele fosse, citando a comoção de Muhamad Ali na Olimpíada de 1996, que mesmo com Mal de Parkinson acendeu a pira. Ele, no entanto, não escutou os pedidos e decidiu que quer ser lembrado como no passado, um 'Rei'.  #Rio2016 #Pelé