Uma imagem está sendo muito repercutida nas redes sociais como se fosse verdade. Na noite desta sexta-feira, 06, quando aconteceu a abertura oficial da Olimpíada do Rio de Janeiro, realizada diretamente do estádio do Maracanã, a imagem começou a ganhar conotação política. Ela mostra a atleta argentina Alexandra Keresztesi entrando no maior e mais famoso estádio do Brasil. Muito animada, ela escreveu em sua mão uma mensagem para o namorado, que não pode vir ao Brasil para vê-la competir. O problema foi que o texto amoroso acabou virando uma arma de petistas contra  o presidente em exercício #Michel Temer, do PMDB. 

A conotação, na verdade, como vimos era uma grande fraude, montada por quem apoia a presidente afastada Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Publicidade
Publicidade

A argentina está na prova de 500 metros da canoagem. Na mão dela, ao invés de aparecer o recadinho de amor, foi indevidamente colocada a frade 'Fuera Temer'. A argentina deu uma entrevista ao UOL, na qual disse que não pediu a saída do peemedebista do poder. A foto, que é uma montagem, acabou sendo compartilhada pelos dois lados do jogo político. 

A atleta nasceu na Hungria, mas se naturalizou argentina para competir nos jogos. O texto escrito à caneta em sua mão dizia um 'Olá Eloy'.  A mensagem era para Eloy Cascado, namorado dela húngaro que via toda a bela cerimônia de abertura da Olimpíada pela Televisão. Estima-se que o evento tenha sido visto por entre três e quatro bilhões de pessoas em todo o mundo. Na entrevista, a atleta informou que ficou revoltada e decepcionada com as montagens. 

A atleta revelou que só ficou sabendo que seu ato de amor virou um meme no Brasil horas depois da abertura.

Publicidade

 “A mensagem para meu namorado. Não fiquei assustada, mas sim decepcionada", começou ela a falar sobre sua insatisfação sobre a situação. Em seguida, ela disse não entender como as "pessoas sejam capazes de atitudes como essa, falsificar uma situação dessas". Para finalizar, ela diz: "É preciso ter cuidado. A política não me interessa”,  #Rio2016