Você também está tendo dificuldades para encontrar pokémons? Então imagine que um motoqueiro profissional, especializado em caçar estes monstrinhos, lhe ofereça o serviço por um preço reduzido. O profissional vai até sua casa, sai com você para capturar pokémons e depois lhe deixa em sua residência, um serviço 5 estrelas que vem sendo bastante requisitado.

"Pokémon Go" chegou ao Brasil nesta última quarta-feira (03), mas o espírito empreendedor do brasileiro é rápido e já tem muita gente conseguindo ganhar um dinheiro extra com o game mais famoso do mundo, na atualidade. Denis Paz está desempregado e viu uma ótima oportunidade de conseguir levantar uma grana cm o seu "PokéMoto", o caçador de pokémons.

Publicidade
Publicidade

O "PokéMoto" funciona da seguinte forma: você liga para o motoboy, agenda o melhor horário para você e depois é só aguardar que ele vai até sua residência. Vocês então vão para os locais onde há bastante monstrinhos e você pode capturá-los à vontade. Depois ele te leva de volta.

O valor por hora é de R$ 25,00 e os locais escolhidos para capturar pokémons são os "PokéStops" mais seguros, como shopping, igreja, praia, praças, bibliotecas, pontos turísticos e assim por diante.

Denis não tem do que reclamar, porque assim que divulgou o anúncio as pessoas já começaram a ligar e a agenda já está lotada, talvez seja até preciso contratar um ajudante para conseguir atender a tanta gente. Graças ao "#Pokémon Go", o motoboy que é pai de dois filhos, vai conseguir pagar as contas e torce para que a febre que tomou conta dos brasileiros não passe tão cedo.

Publicidade

A segurança é o principal cuidado do rapaz que selecionou os melhores "PokéStops" para que ninguém tenha o celular roubado durante a brincadeira, pois já começaram a surgir os casos de brasileiros assaltados enquanto estavam capturando pokémons.

Vários motoqueiros entraram em contato com o Denis oferecendo seus serviços e ele agora vai ter que se organizar ainda mais, inclusive já está pensando em lançar um uniforme exclusivo para que possa ser melhor identificado por seus clientes.

Você contrataria um motoboy para levá-lo aos principais “PokéStops”? Deixe abaixo seu comentário. #Desemprego #Empregos