O PROCON da Paraíba está estudando uma forma de bloquear o aplicativo "Pokémon Go" e, se conseguir, a decisão irá valer para todo território nacional, ou seja, os brasileiros não conseguirão mais jogar o game que é a maior sensação no mundo inteiro. O brasileiro até que já se acostumou com as notícias de bloqueio em relação ao WhatsApp, o que já aconteceu várias vezes este ano, mas bloquear um joguinho foi realmente algo que deixou as pessoas surpresas.

O  aplicativo, que aparentemente é um game inocente, para o PROCON da Paraíba, é algo perigoso e que está colocando a vida das pessoas em risco. O órgão estaria preocupado com a população que estaria sendo exposta a um jogo que leva perigo àqueles que o utilizarem.

Publicidade
Publicidade

De fato, são vários os relatos de pessoas que foram assaltadas ou se envolveram em alguma confusão por estarem concentradas demais no game. Tanto lá fora como aqui no Brasil, quase todo dia tem uma notícia ligada ao joguinho, mostrando que as pessoas estão sendo assaltadas, atropeladas ou passando por algum apuro.

Tárcio Nóbrega, secretário do PROCON da Paraíba, justificou a decisão de tentar bloquear o "Pokémon Go" como sendo uma atitude necessária para combater os "efeitos negativos do jogo". Ele fez questão de lembrar que depois que o game de realidade aumentada foi lançado no Brasil, muitos foram os casos de acidentes, assaltos e até mortes. "O PROCON se preocupa com a segurança, saúde e proteção do consumidor", disse Tárcio.

Para Glauberto Bezerra, diretor do Ministério Público da Paraíba, a questão deve ser melhor estudada, onde os acidentes precisam ser analisados, mas informou que até o presente momento não tem conhecimento deste pedido de proibição e assim que estiver com a solicitação em mãos, irá analisar e então dar seu parecer.

Publicidade

Aqui no Blastingnews já noticiamos vários casos de acidentes envolvendo os jogadores do “#Pokémon Go”, mas será que esta é mesma a melhor solução? A proibição do game irá reduzir os assaltos? As pessoas poderão utilizar seus smartphones na rua sem se preocuparem com assalto?

A questão é polêmica e tem dividido opiniões. Aproveite para deixar abaixo o seu comentário. #games #Casos de polícia