O vereador e palhaço da televisão Marquito foi "expulso" da televisão. Demorou bastante, mas o comediante agora já não é mais visto no 'Programa do Ratinho', apresentado pelo amigo pessoal do humorista, Carlos Massa, no SBT. De acordo com a colunista Keila Jimenez em reportagem publicada nesta terça-feira, 02, a última vez que Marquito apareceu na telinha foi no mês passado. Não se sabe, porém, se ele teria recebido férias no meio do ano. O comunicador com um dos maiores salários da emissora de #Silvio Santos e que adora criticar políticos estava sofrendo uma pressão enorme na internet para dar um pé na bunda do seu contratado. Tudo porque ele sofre uma grave acusação  do Ministério Público de São Paulo por corrupção. 

Vereador na maior cidade do  país, Marquito acabou fazendo com que sua vida política começasse a respingar também na vida dos famosos.

Publicidade
Publicidade

Eleito pelo PTB, o palhaço televiso pode até ser cassado caso as acusações contra ele sejam devidamente comprovadas. Há muitos arquivos de áudio que mostram conversas estranhas envolvendo ele ou o nome dele. O contratado do #SBT é acusado de exigir como propina uma parte dos salários dos funcionários que trabalhavam com ele na Câmara municipal. O político sofre com as acusações desde março. Ratinho decidiu que não afastaria Marquito e até fez piada da situação. Quatro meses depois, no entanto, ele sumiu da televisão.

Ratinho ficou conhecido em todo o país por quebrar partes dos cenários dos seus programas ao se irritar com o que de ruim acontecia no Brasil. A fúria dele era tão grande que não demorou muito que ele fosse notado na ainda não tão famosa Record. Silvio Santos topou pagar uma multa milionária por ele, mas negociou tudo o bispo na Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo.

Publicidade

Naquele tempo, havia pouco tempo que Silvio se desfez das ações que tinha da emissora e vendido justamente para Macedo. Ele foi proibido pela nova legislação a ser dono de dois canais de televisão, mesmo que do outro só tivesse mesmo a menor parte.