A Igreja Universal do Reino de Deus é uma das maiores denominações religiosas do país. Disso tudo mundo sabe. No entanto, a entidade presidida pelo Bispo Edir Macedo, que também é dono da TV Record, passa por uma polêmica investigação que poucos conhecem. De acordo com informações do jornal 'Folha de São Paulo' em reportagem publicada nesta sexta-feira, 19, a Justiça apura se bispos e pastores estariam obrigados a fazer uma cirurgia de vasectomia. Através do procedimento eles ficariam sem ter filhos. Sendo assim, em uma possível morte teriam menos herdeiros. Além disso, a Igreja teria menos gastos, já que muitos pastores são enviados para os lugares mais distantes do país e do mundo.

Publicidade
Publicidade

Quando isso acontece, eles não vão sozinhos, levam toda a família junta. 

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, o caso está sendo apurado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de Osasco (SP). O processo encontra-se na fase inicial, na qual o órgão ainda reúne evidências contra a Igreja Universal do Reino de Deus. Caso estas sejam adquiridas o próximo passo é abrir uma ação civil pública. A investigação teve início em virtude de outra condenação. Um pastor expulso da entidade processou a igreja e ela perdeu na Justiça. O Tribunal de Justiça obrigou ó órgão religioso de pagar R$ 150 mil de indenização ao acusador. O homem que fazia cultos pela igreja disse que foi obrigado a fazer a polêmica operação ,sendo assim impedido de ter novos filhos. 

Esse não era o único processo do mesmo tipo contra a igreja.

Publicidade

O jornal diz que a Universal tem conhecimento de pelo menos dez processos parecidos. A entidade de Edir Macedo não quis, no entanto, assinar um compromisso para parar de fazer tal exigência, argumentando que essa não existe. O problema é que não é um único caso e a coisa tem aumentado. Os homens que passam pelo processo de esterilização pedem danos morais pelo o ocorrido. 

.A Universal confessa que acredita que ter filhos atrapalha a propagação do evangelho, mas que isso é uma decisão pessoal de cada religioso.  #Religião #Crime