Felipe Heiderich voltou a reiterar suas afirmações feitas à polícia logo após deixar a prisão, no período em que esteve preventivamente detido. Ele segue dizendo que, após o dia de sua suposta tentativa de suicídio, foi mantido sob cárcere privado.

A versão do pastor Felipe Heiderich

Segundo diz o pastor, o suposto cárcere privado teria acontecido após sua internação em uma UPA, onde foi socorrido sob risco de morte, por ter ingerido remédios controlados em excesso. 

Fato que, na versão de Bianca Toledo, foi relatado como tentativa de suicídio.

Felipe relata que após ser atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), manifestou desejo de ser transferido a um hospital de sua confiança. 

Porém, contra sua vontade, foi conduzido para uma clínica psiquiátrica a qual amigos da cantora seriam proprietários.

Publicidade
Publicidade

O pastor se defenda nas redes sociais

Nesta última quarta-feira (31), o pastor Felipe afirmou nas redes sociais que esta internação foi feita de forma imposta, acusando Bianca de cárcere privado.

Felipe Heiderich diz nas redes que sua defesa mostrará, em cada capítulo, que ele é inocente das acusações de que tem sido vítima. Ele voltou a afirmar, "Durante 8 dias fui mantido em cárcere privado. Fui dopado e levado a uma Clínica Psiquiátrica (hospício)[...]"

Felipe diz ter sido dopado e amarrado no período que foi mantido na clínica, que ele classifica em seu post, como um hospício. "[...] fui dopado e por vezes amarrado, sofrendo coisas que, o só mencionar, angustia a alma”, relatou o pastor.

Felipe Heiderich diz ter conseguido sua liberação somente graças à intervenção de sua mãe, que compareceu ao local e conseguiu a liberação do filho após oito dias.

Publicidade

Tempo para que a polícia abrisse investigação e decretasse a sua prisão preventiva.

Felipe foi preso sob a acusação de ter abusado sexualmente de uma criança, o pastor é acusado de ter molestado o seu enteado de 5 anos, filho da cantora gospel #Bianca Toledo.

Bianca Toledo fala ao site “ego”

A cantora disse em entrevista a um site que comparecerá na segunda feira para esclarecimentos, e voltou a acusar seu ex-companheiro, “Uma criança foi molestada e traumatizada para o resto da vida [...]”.

A cantora diz ainda que Felipe esta se fazendo passar por vítima, tentando fazer de seu filho, uma criança de apenas 5 anos, o algoz. #Evangelico #Casos de polícia