Nessa semana, o ator e humorista Gregório Duvivier publicou em sua coluna na 'Folha de São Paulo' um texto muito polêmico, no qual acaba atacando a Polícia Militar e a imprensa. No discurso, ele acusa que a cassação da ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), seria um golpe de estado e chega a dar a entender que defende determinados grupos, considerados por muitos como depredadores, como é o caso dos 'Black Blocs'. A coluna do representante do 'Porta dos Fundos' teve grande repercussão e acabou tendo também a resposta de uma vítima justamente dos 'Black Blocs'. 

Uma das vítimas que se pronunciaram foi a jornalista Vanessa Andrade.

Publicidade
Publicidade

Ela é filha do cinegrafista da Band Santiago Andrade. Ele acabou sendo morto após um rojão ser jogado por um grupo de manifestantes do grupo citado,  que na época protestavam pela redução do preço da passagem do transporte público. Os black blocs naquele período tinham como aliada a advogada Elisa Quadros Sanzi, militante ligada ao PSOL. A resposta de Vanessa apenas no perfil dela teve mais de 14 mil compartilhamentos. 

Em determinado ponto do texto, a repórter escreveu: "Eu tô aqui, Gregório, lembrando bem do sangue de Santiago Andrade nas mãos, sentindo as feridas com meus dedos e revivendo um rosto tão alegre deformado por um rojão.". 

Veja abaixo o relato completo da filha do cinegrafista que foi morto:

O texto emocionado da filha do profissional da mídia teve muitos compartilhamentos.

Publicidade

Um internauta comentou lembrando que existe muita falta de conhecimento da mídia e até dos artistas:

"estou lendo, simplesmente me perguntando, como um profissional colunista, de uma revista famosa, fala tamanha asneira, burrice, ignorância, total falta de de profissionalismo, e conhecimento de um caso em que tirou a vida de um ser humano na sua total inocência, profissionalismo, só posso pensar uma coisa, é o tipo de pessoa que já não se importa com nada, apenas quer estar na mídia, com suas maldade e totalmente sem escrúpulo, vivemos num mundo onde a moral já não importa.". #Crime