A Rede Globo resolveu não mostrar a abertura das Paralimpíadas e, enquanto o evento acontecia, na emissora era mostrada a programação normal. Nesta quarta-feira, dia 7 de setembro, no estádio do Maracanã, a cerimônia de abertura teve início pouco depois das 18 horas e, nas redes sociais, muita gente protestou porque queria acompanhar, mas a Globo não mostrou.

Nos #Jogos Olímpicos, a cobertura foi completa, a Globo mostrou não só a abertura, mas tudo que ia acontecendo e até mudou sua grade, chegando a cancelar "Velho Chico", dando total prioridade às #Olimpíadas. Agora, quando todos pedem apoio e a inclusão, a emissora vira as costas e vai mostrar apenas um compacto e, mesmo assim, será quase à meia-noite.

Publicidade
Publicidade

A abertura da Paralimpíada foi muito bonita, contou com a fantástica direção de Marcelo Rubens Paiva e uma imensa equipe.

No Twitter, um usuário questionou a Globo, lembrando que a emissora fala tanto em inclusão, mas acabou excluindo os atletas.

E assim muitas outras mensagens foram sendo postadas, reclamando da atitude da Rede Globo.

A TV Brasil foi a única que transmitiu em sinal aberto, já que a transmissão pelo SporTV é fechada.

Publicidade

Aqueles que desejam acompanhar as Paralimpíadas deverão manter a televisão sintonizada na TV Brasil que estará fazendo uma boa cobertura do evento, chegando a mostrar mais de 10 horas diárias de transmissão.

A Globo deverá mostrar, no decorrer do dia, pouca coisa dos Jogos Paralímpicos. Outra crítica é que a emissora até que chegou a criar um programa especial para cobrir o evento, mas será mostrado somente depois do "Jornal da Globo" e mesmo assim com um resumo rápido.

O "Esporte Espetacular" trará chamadas ao vivo, mas que também serão rápidas, mostrando quase nada. O compacto da abertura, além de ser mostrado já tarde da noite, também conta somente com alguns momentos, bem diferente do que foi a transmissão dos Jogos Olímpicos.

E os protestos nas redes sociais continuam, pedindo que a Globo não seja hipócrita, falando tanto em inclusão, mas excluíndo os atletas das Paralimpíadas.

#paralimpìadas