Até os agentes da Polícia Civil ficaram assustados com a covardia do homem, de 35 anos, que foi capaz de estuprar uma criança de apenas 3 anos de idade. O #Crime aconteceu no último sábado, dia 3, na rodoviária de Ivinhema, cidade que fica no Mato Grosso do Sul. A mãe da criança encontrava-se no terminal rodoviário do município à espera do coletivo, pois estava vindo de Naviraí com destino a Angélica. Acontece que não há um ônibus que faça o trajeto de uma só vez, por isso foi preciso descer em Ivinhema e aguardar o ônibus para concluir a viagem.

A criança, um garotinho de 3 anos, estava com vontade de ir ao banheiro e a mulher disse para o filho ir na frente que ela ir só guardar as malas.

Publicidade
Publicidade

O garotinho foi sozinho para o banheiro e sua mãe ficou ajeitando a bagagem. Quando ela terminou, foi até o banheiro e lá chegando viu o seu filho, com as calças abaixadas, junto de um homem, que também encontrava-se sem as calças.

Ao ser flagrado, o homem ficou assustado e entrou imediatamente em um dos boxes, só que acabou deixando cair de uma sacola, um vidro de lubrificante. Ao notar que a mulher descobriu que ele estava estuprando o menino, saiu do box, pegou o lubrificante da mão da mulher e saiu correndo do banheiro. Ele subiu em uma bicicleta, que estava do lado de fora do banheiro e fugiu em direção a avenida Honduras.

Assustada, a mulher examinou o filho e notou que ele estava com as partes íntimas lubrificadas. O menino contou que o homem tocou no seu "pipi", além de fazer outras coisas.

Publicidade

A mãe foi imediatamente até a delegacia dar parte do sujeito e registrou um boletim de ocorrência. Ela conseguiu fazer uma boa descrição do estuprador e, assim, a polícia passou a ter todas as características do homem.

Imediatamente, o delegado providenciou algumas diligências que partiram sentido avenida Honduras e conseguiu localizar um homem com as mesmas características que foram fornecidas pela mãe. O homem estava com sua namorada e não apresentou resistência ao ser encaminhado até a delegacia. Quando a mulher viu o suspeito, imediatamente o reconheceu e então ele recebeu voz de prisão.

O sujeito foi preso em flagrante delito por #Estupro de vulnerável e precisou ficar em uma cela especial para não ser agredido por outros detentos. O menino foi encaminhado para exames, no intuito de saber o que realmente foi feito com ele e se seria preciso ser submetido a algum tratamento ou receber uma medicação especial para evitar doenças. Também será necessário providenciar um psicólogo para acompanhar o caso. #Casos de polícia