Um crime hediondo seguido de um #Linchamento e a degola do homem, chocou a cidade de Ruy Barbosa que fica a aproximadamente 300 km de Salvador, capital da Bahia.

Um assassinato em que um homem matou uma criança de dois anos com o tiro na cabeça por causa de uma vingança, revoltou a população que resolveu fazer justiça com as próprias mãos.

Segundo o portal de notícias online G1, o crime covarde aconteceu na madrugada desta quarta-feira (7), na cidade de Ruy Barbosa, interior da Bahia. Saibam mais aqui.

Homem atirou na cabeça de uma criança de dois anos

De acordo com as informações dadas pela 12ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin) da cidade de Itaberaba, responsável pela localidade onde o assassinato e o linchamento aconteceram, o suspeito foi até Ruy Barbosa para um suposto acerto de contas com o pai da criança que foi morta brutalmente com um tiro na cabeça.

Publicidade
Publicidade

Entenda como aconteceu o crime

O homem que matou a criança de dois anos com um tiro, foi identificado como Mirailton Santos Portugal, de 29 anos. Ele e um comparsa foram de moto na madrugada desta quarta-feira até Ruy Barbosa para um acerto de contas. 

Segundo a polícia, por volta das 3h30 da manhã, Mirailtom encontrou o homem com quem queria resolver algumas pendências, no bairro Jardim do Cedro em Ruy Barbosa.

O desafeto de Mirailtom estava acompanhado do seu filho de dois anos de idade, eles discutiram e Portugal sacou a arma e atirou na cabeça da criança que morreu imediatamente.

Linchamento e degola

Logo após cometer o crime o homem foi cercado por moradores da região e não teve como fugir do local. Já o seu comparsa que estava na moto, fugiu e ainda não foi encontrado.

Revoltados, populares partiram para cima do assassino que foi linchado e degolado.

Publicidade

Em seguida seu corpo foi queimado no meio da rua, ainda de acordo com a polícia. 

A #Investigação Criminal continua sendo feita, a polícia está trabalhando tentando descobrir o paradeiro do comparsa e buscando a identificação das pessoas que participaram do linchamento que é considerado crime de acordo com o Código Penal Brasileiro.

A certeza da impunidade alimenta crimes hediondos como este e incentiva a população a fazer justiça com as próprias mãos através do linchamento. #Casos de polícia