Duas pessoas foram presas na última sexta-feira (02/09), pela Polícia Civil, sob suspeita do envolvimento no #Crime de uma mulher em Jaciara, cerca de 144 km de Cuiabá.  Anderson, 26, popular "Maranhão" foi preso na última quinta-feira (01), como sendo um dos autores do assassinato. Segundo informações, Eva Ferreira, 39, foi apontada como sendo a mandante do crime. O outro suspeito, é Ronaldo Rosa, apontado como um dos que participaram do assassinato da vítima.

Segundo a polícia, Eva é dona de uma lanchonete onde funciona uma boca de fumo, em Jaciara (MT).  A vítima, identificada como Lúcia Emília da Silva, 50, era funcionária da acusada.

Publicidade
Publicidade

Eva teria começado a  desconfiar de que Lúcia tinha denunciado à polícia que o lugar onde trabalhava era uma boca de fumo, ponto de vendas de drogas. Segundo a polícia, isso seria o principal motivo para o assassinato. Segundo as investigações, a vítima tinha uma dívida com sua patroa, envolvendo drogas.

A Policia Civil prendeu Anderson no mesmo dia em que aconteceu o crime, ele confessou ter assassinado Lúcia e disse à polícia que teve ajuda de comparsas, a mando de Eva. Com essas acusações, a Polícia Civil de Jaciara expediu o mandado de prisão para Eva e Ronaldo. A principal suspeita de ter mandado executar a vítima foi presa quando estava na casa da sua filha, em Jaciara. Em 2014, Eva foi presa por tráfico, Ronaldo foi preso perto do Posto da PF, na BR 364, em Rondonópolis. A Polícia Civil de Jaciara ainda segue com as investigações, em busca de mais envolvidos no assassinato.

Publicidade

Entenda o caso

O cadáver de uma mulher foi encontrado na quarta-feira passada dia 31/08. O corpo da mulher estava decapitado, com os braços amarrados e de bruços. O cadáver da mulher foi encontrado por policiais militares logo após denúncias anônimas. O cadáver foi encontrado na divisa dos município de Dom Aquino e Jaciara, cerca de 172 km de Cuiabá, próximo uma ponte do Rio São Loureço, na beira da MT-260. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Jaciara. #Investigação Criminal #Casos de polícia