Os crimes de estupros contra crianças continuam acontecendo por todo o Brasil e os pais precisam ficar atentos aos filhos todo o tempo, inclusive quando eles estão na escola. Este #Crime aconteceu em Palmas, mostrando que os estupradores estão por todos os lugares. Uma menina de apenas 11 anos foi sequestrada quando saía da escola, onde foi fazer aula de reforço. A escola fica na quadra 210 Sul, Palmas, e após ser sequestrada, a estudante foi estuprada.

Assim que a menina saiu da escola, sozinha, foi abordada por um homem e obrigada a entrar no veículo que estava parado bem próximo a ele. Sem ter como se defender ou a quem recorrer, pois a escola não conta com segurança em sua entrada, a menina não teve outra opção a não ser entrar no carro.

Publicidade
Publicidade

Ela então foi levada para um local bem distante e isolado, sendo então violentada.

Quando a estudante foi abordada na porta da escola, o relógio marcava cerca de 9h30. Alguns minutos depois, ela estava sendo estuprada e logo em seguida o criminoso a levou até a avenida NS-10, onde a deixou. O criminoso gastou pouco tempo para realizar o crime.

A audácia do estuprador foi tão grande que ele ainda deixou a menina bem perto da escola onde ela estuda, sem se preocupar que poderia ser visto por alguém. Assim que a menina foi deixada no local, pediu ajuda a duas pessoas que estavam passando e, após narrar o que tinha acontecido, foi levada até o Hospital Dona Regina.

A equipe médica atendeu a menina e a polícia logo foi comunicada sobre o ocorrido. A Secretaria de Segurança Pública informou que foram realizados os exames de conjunção carnal e também de lesão corporal.

Publicidade

A SSP também já providenciou assistência psicológica e social à menina, que está arrasada e não quer voltar à escola, tanto por vergonha dos colegas, como também por trauma.

A DPCA - Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente - está investigando o caso, só que até o momento ninguém foi preso. As duas pessoas que encontraram a menina na avenida NS-10, e a ajudaram, informaram que não viram o veículo que deixou a estudante no local. A polícia agora irá até a região verificar se há câmeras de segurança em alguma casa ou empresa, para que possa consultar as imagens e assim ter alguma pista de onde possa partir para chegar ao estuprador. #Estupro #Casos de polícia