Um crime está abalando a cidade de São José do Rio Preto, no estado de São Paulo. Um pai matou os próprios filhos e ainda filmou tudo. Tudo isso por ciúmes. Nesta quarta-feira, 28, a mãe das crianças, dois meninos, de 3 e 4 anos, decidiu falar com a imprensa a respeito de tudo o que aconteceu com seus herdeiros. A fisioterapeuta Juliana Paes, de 39 anos, comentou o que o pai de seus filhos, o zootecnista e doutor em Ciência Animal pela Universidade de São Paulo (USP) Hugo Imaizumi, de 41 anos, acabara fazendo. Ele teria depois de assassinar os filhos gravado um vídeo mostrando tudo. As imagens feitas com o auxílio de um celular foram enviadas para a família. 

O #Crime, de acordo com informações do G1, foi realizado na casa do casal, no birro de Jardim Ouro Verde.

Publicidade
Publicidade

A mulher diz que o que o pai dos seus filhos fez foi extremamente cruel. De acordo com ela, o homem teria filmando dando remédios para os meninos e depois enfiando a faca nos garotos. Em seguida, ele enviou o material para a avó das crianças através do aplicativo telefônico WhatsApp. Quem teria visto as imagens foi o irmão da fisioterapeuta, que para não aumentar ainda mais a dor da família decidiu apagar tudo. Ele estaria em estado de choque e tomando remédios. 

Segundo Juliana, Hugo não pensou nos filhos um momento sequer. Ele teria feito tudo apenas para atingir-la. "Os filhos eram só objeto. Ele tinha obsessão por mim, ninguém tem direito de fazer isso com dois bebês”, explicou ela à reportagem. O crime teria ocorrido no fim de semana. A fisioterapeuta chegou desesperada em uma clínica pública da região, uma UPA, gritando que seu marido tinha esfaqueado e matado os próprios filhos.

Publicidade

Ao chegar ao local, o homem estava deitado e ao lado das crianças. Os agentes ainda relatam terem tentado animar os garotos, mas não conseguiram. 

De acordo com a fisioterapeuta, ela e o marido moravam na mesma casa, mas não dormiam mais juntos. Ela diz que pegou no sono e os deixou vendo desenhos. Ela então levantou sentindo um pressentimento. Ao tentar abrir a porta, ela viu que estava trancada. Ao sair de casa e olhar para a janela, ela viu tudo. #É Manchete! #Investigação Criminal