O caso aconteceu no bairro Adelino Simioni, zona norte de Ribeirão Preto, em São Paulo, na madrugada deste sábado dia 17 de setembro. Uma perseguição policial a veículo roubado, onde os suspeitos se dirigiram para o baile funk e abandonaram o veículo. Os policias que seguiam os suspeitos invadiram o baile em busca deles, foram recebidos a pedradas e tiros, houve tiroteio. A polícia prendeu um suspeito e outros dois estão foragidos.

Veja como tudo aconteceu

Segundo o site de notícias do G1, o tenente da polícia militar Thácio de Oliveira Pedroso, informou que uma equipe de patrulhamento fazia uma ronda no bairro Valentina Figueiredo.

Os policias identificaram um veículo roubado que passou, a equipe deu ordem de parada aos ocupantes do veículo furtado que não obedeceram e fugiram.

Os policiais iniciaram então a perseguição aos suspeitos que seguiram em direção a Avenida Magid Simão Trad, onde ocorria um baile funk no momento.

Os três homens que ocupavam o veículo roubado, abandonaram o veículo e entraram no baile funk. Segundo Pedroso os policiais entraram no baile e alcançaram um dos suspeitos, no momento da prisão do homem, as pessoas que estavam no baile, atacaram as viaturas a pedradas, garrafadas e pauladas. Havia também um homem armado em um beco que disparou contra a guarnição. Os policiais se defenderam e revidaram os tiros e solicitaram reforços.

Durante o tiroteio ninguém ficou ferido. O homem que atirou contra os policiais conseguiu fugir e não foi identificado.

Após o tiroteio a população novamente voltou a atacar as viaturas com pedras, paus e garrafas, como o reforço já havia chegado os policiais conseguiram contornar a situação sem que ninguém ficasse ferido.

A confusão causada pelos integrantes do baile funk favoreceu a fuga dos outros dois suspeitos, que não foram encontrados.

O veículo furtado foi recuperado pela polícia, e além desse veículo no estacionamento do baile funk tinha também outro veiculo roubado, que também foi recuperado pelos PMs.

Os carros foram levados para o pátio da Polícia Civil. E o suspeito que foi preso deverá responder por furto.

A polícia informou que no baile funk possuía uma média de 1000 pessoas no local no momento em que a confusão aconteceu. A PM afirmou que nenhuma pessoa foi atingida com o tiroteio. O que aconteceu foram prejuízos matérias às viaturas que foram atingidas pela população e outros dois veículos que estavam no local também foram danificados com as pedras, paus e garrafas que foram lançadas nos veículos pelos integrantes do baile funk. #Investigação Criminal #Casos de polícia