O caso que aconteceu em Ponta Grossa, no estado do Paraná. A policia fazia uma ronda pela região quando avistaram um trio com aspecto suspeito. Os policiais decidiram fazer uma abordagem ao três suspeitos, pararam a viatura e os abordaram. Um dos #suspeitos reagiu a ação dos policiais e sacou um revólver, um outro integrante do grupo também acabou reagindo e foi alvejado pela equipe da #Policia.

Um dos homens acabou não resistindo aos ferimentos e morreu no local, os outros dois elementos acabaram sendo presos. Com os homens a policia apreendeu duas armas e seis munições. Segundo informações policiais, eles teriam avistado os homens no bairro Boa Vista, em Ponta Grossa, após a abordagem, os dois homens presos foram encaminhados a Subdivisão policial da cidade.

Publicidade
Publicidade

O homem que acabou sendo ##baleado na ação dos policiais por ter reagido a abordagem tinha 22 anos. Ele acabou sendo atingido no abdômen. Segundo informações da Policia Militar, o homem acabou sendo socorrido e foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de urgência (SAMU) e pelo Corpo de Bombeiros da cidade, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu no local. Segundo informações passadas pelo Corpo de Bombeiros, o homem de 22 anos acabou sendo alvejado por dois disparos, o terceiro integrante do grupo não portava nenhuma arma e com ele nada foi encontrado.

A dupla presa acabou confessando participação em outro caso que aconteceu um dia antes da abordagem policial, onde uma tentativa de roubo resultou na morte de um homem vitima dos ladrões.

Entenda o caso de Latrocínio

O caso aconteceu no centro da cidade de Ponta Grossa, quando um casal que permanecia em seu carro na rua Visconde Nácar acabou sendo surpreendida por três ladrões armados, que anunciaram o assalto.

Publicidade

O proprietário do veículo teria saído do carro e acabou sendo alvejado pelos ladrões. O proprietário do veículo, que foi identificado como Edilmar Luiz Pereira, acabou sendo socorrido e levado ao hospital da cidade, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morrendo no hospital. #Casos de polícia