Quem utiliza o banco para administrar o seu dinheirinho está sofrendo nesses dias de #Greve. Mas, ao que tudo indica, a greve de 2016 não será como a de 2015, que durou 21 dias, e poderá acabar na próxima semana. A greve dos bancários atingiu, na última quarta-feira, 07, mais de 30% das agências bancárias. Os bancários ficarão greve até a próxima segunda-feira, de acordo com o Sindicato dos Bancários de Osasco, São Paulo e Região. Nessas cidades, 664 agências fecharam as portas e muitos trabalhadores participaram da greve.

No fim de semana, os bancários irão se reunir com a Federação Nacional do #bancos para resolver essa situação, que é um incômodo para muitos brasileiros.

Publicidade
Publicidade

Eles reivindicam um reajuste de quase 15%, com a reposição da inflação e aumento de 5%. Uma assembleia está marcada para o dia 12 de setembro. “O fim da greve depende dos bancos. Esperamos que façam nova proposta condizente com seus lucros” disse Juvandia Moreira, que é presidente do Sindicato dos Bancários .

Como driblar a greve dos bancos?

Você pode usar  o Internet Banking, celular, caixa eletrônico e atendimento por telefone do seu banco para driblar a greve. Você poderá consultar saldos, poupança, pagar boletos, transferir #pagamentos, fazer empréstimos, consultar ou cancelar débito automático, aplicação e resgate de investimentos, pedidos de talões de cheque, bloqueio e desbloqueio de cartão, empréstimo pessoal (CDC) e entre outros serviços.

Conheça os seus direitos

Se você é correntista e não consegue efetuar pagamentos por causa da não disponibilização de canais alternativos, você tem o direito de denunciar no Procon.

Publicidade

Para fazer isso o correntista terá que informar a demanda pelo call center do banco e anotar o protocolo de atendimento. Os clientes devem olhar a data das faturas, porque a falta de pagamento poderá resultar em juros altíssimos. Se o consumidor não conseguir pagar, o certo a fazer é tentar resolver a situação com os fornecedores de serviços e produtos e tentar encontrar outras formas de quitar as dívidas.