O casamento das presidiárias Suzane von Richthofen e Sandra Ruiz, o Sandrão, está na Justiça. A informação foi dada neste domingo, 04, pelo site da Revista Veja. De acordo com a reportagem da Veja, Sandrão disputa com a ex três máquinas de costura doadas pelo apresentador Augusto Liberato, o Gugu. As máquinas são industriais e da marca Sansei. Elas teriam valor de mercado de R$ 4 mil cada uma. A dupla de casou na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, no ano de 2014. Foi nessa data que Gugu fez sua reestreia na Record, decidindo enveredar para uma atração mais policial. Comovido com a história das duas presidiárias e feliz com o recorde de Ibope que alcançou, o comunicador deu as três máquinas de costura.

Publicidade
Publicidade

Gugu tomou a atitude depois de saber que as noivas trabalhavam no atelier do presídio. É uma forma que elas tem de recomeçar a vida, quando a pena acabar. Como o presente foi para as duas, cada uma teria que ficar com uma máquina e meia. Suzane na cadeia virou uma exímia costureira. Muito dedicada e com jeito, ela rapidamente aprendeu as técnicas básicas e ultrapassou as colegas. A presa mais conhecida do país, no entanto, não quer dividir o presente ganho. Ela argumenta que as três máquinas foram dadas por Gugu à ela. 

Acusada de matar os próprios pais a pauladas, Suzane não vê nenhum parente há anos. Com o irmão, Andreas, ela não conversa há uma década. Os presentes agora estão na cada do irmão de Sandrão. As duas tinham decidido na época que assim que saíssem da cadeia montariam o atelier de costuma, mas agora entraram em um entrave. 

Sandrão, no entanto, saiu primeiro da cadeia.

Publicidade

Ela já está no regime aberto e diz que os presentes de Gugu foram dados pra ela, já que o empenho que teve para conquistar a entrevista foi grande. "Ela destruiu minha vida", chegou a dizer ela nos bastidores da cadeia. Suzane, em compensação, pediu ao atual noivo, Rogério, que arranje um advogado e consiga novamente as máquinas. Os dois se casam em janeiro de 2017.  #Crime #Investigação Criminal