O corpo de uma pessoa foi encontrado nesta terça-feira (06) na cidade de Ribeirão das Neves, localizada na região metropolitana da capital mineira, Belo Horizonte. O mais bizarro foi a forma como o corpo estava na rua, sem cabeça e sentado. A vítima foi identificada como Denis Baldoino, de 37 anos. Os moradores da localidade contaram aos agentes da polícia que Denis era suspeito de ter cometido um #Crime de pedofilia na área. De acordo com informações, um homem, que ainda não teve sua identidade divulgada, foi levado para a delegacia para prestar depoimento.

Segundo informação da Policia Militar do 40º Batalhão, o corpo foi encontrado no Bairro Kátia, na rua Florisbela Pereira, próximo a um veículo que tinha vestígios de sangue.

Publicidade
Publicidade

Os agentes localizaram o proprietário do carro que negou qualquer envolvimento com o assassinato.

De acordo com populares que estiveram no local onde foi encontrada a vítima, Denis era suspeito de ter abusado de uma criança de apenas 6 anos. Os policiais não souberam informar se a menina era parente ou apenas vizinha do homem. A mulher da vítima afirmou que os dois haviam se separado e não saberia dar maiores esclarecimentos sobre o assunto e disse ainda que ele já esteve envolvido com tráfico de entorpecentes.

A polícia foi à residência de uma pessoa suspeita de arrancar a cabeça do homem. Seria outro homem de 28 anos, a roupa usada no dia foi recolhida como prova para ser periciada. A companheira do jovem também foi encaminhada para prestar esclarecimentos na delegacia.

Os policiais militares rastrearam a localidade na tentativa de encontrar a cabeça do homem, mas até na parte da manhã desta quarta-feira (07), ela ainda não havia sido localizada.

Publicidade

Os assessores de imprensa do batalhão da Polícia Civil disseram que o suspeito de praticar o crime prestou depoimento e foi preso em flagrante por crime de homicídio e levado ao presídio. No entanto, os policiais não informaram se o rapaz confessou o crime.

Crime de pedofilia

A mãe da criança que foi abusada disse que não acredita que o assassinato tenha alguma ligação com o que ele fez com a menina. Segundo ela, se fosse essa a motivação, a #Morte teria acontecido antes. #Investigação Criminal