Uma tentativa de assalto no município de Alvorada, Rio Grande do Sul, acabou em um grande ##confronto entre policiais militares da cidade e um grupo de quatro #assaltantes que invadiram a loja Lebes e fizeram clientes que estavam dentro da loja no momento de reféns.

Seguranças da loja foram rendidos e espancados com coronhadas na cabeça pelos #assaltantes, que invadiram a loja, foram rendendo clientes e funcionários e começaram a roubar itens da loja, além dos clientes. Alguns funcionários que conseguiram escapar dos assaltantes e se esconder no fundo da loja acionaram a policia.

O grande confronto entre os assaltantes e policiais militares causou momentos de pavor a quem passava pelo local, no limite da cidade de Alvorada e Porto Alegre, Segundo informações da Brigada militar,  os assaltantes invadiram a loja com dois revolveres calibre .32 e uma pistola de plastico, rendendo funcionários e clientes, no momento do assalto havia entre 15 e 20 pessoas dentro da loja.

Publicidade
Publicidade

Entre os clientes havia um policial militar, que experimentava roupas dentro do provador, Ele também foi rendido e teve sua pistola calibre .40 roubada pelos assaltantes, que o mandaram se ajoelhar e disseram que o matariam.

No momento em que os assaltantes ameaçavam o PM, viaturas da policia da cidade,chegaram e os assaltantes começaram a atirar de dentro da loja para fora, No meio do tiroteio, os assaltantes pegaram alguns reféns da loja e começaram a sair de dentro da loja, em direção a um posto de combustível que ficava ao lado. 

Chegando no posto, houve uma intensa troca de tiros entre os #policiais e os assaltantes, que acabaram sendo mortos pelos policiais, um dos clientes acabou sendo ferido por um tiro e foi socorrido e encaminhado para o hospital. Junto dos assaltantes foram recuperados os dois revolveres calibre .32 usado no assalto e a pistola do policial roubado no interior da loja, além das mercadorias da loja e itens roubados de alguns clientes.

Publicidade

O trânsito foi parado no local para ser feita a pericia. #Casos de polícia