Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabella Nardoni, aquela bela criança que foi cruelmente assassinada em 2008, quando tinha apenas 5 anos de vida, está vivendo uma nova fase em sua vida. O nascimento do filho Miguel, que ocorreu há quase 3 meses, trouxe mais um raio de felicidade para Ana Carolina e toda sua família.

Ana Carolina casou com seu atual marido em abril de 2014. Em 2015, ambos já sentiam desejo de ter um filho e, logo após 2 meses da decisão, ela obteve o resultado positivo. O teste de gravidez foi feito em um dos toalhetes do Shopping Eldorado. Ana aproveitou o horário de almoço e, sem avisar ninguém, foi tirar a dúvida, já que sua menstruação estava atrasada.

Publicidade
Publicidade

Com 32 anos de idade na gravidez de Miguel, ela compara a idade que tinha quando engravidou de Isabella; na época, tinha apenas 17 anos. Hoje, com certeza, está mais madura e preparada.

Como toda mãe, ela não esquece a dor da perda da filha, mas com a ajuda de terapia profissional,  ela consegue, hoje, conviver melhor com a dor e reencontrou a felicidade. Ana Carolina deixa bem claro que não vê o nascimento de Miguel como uma substituição para a filha que perdeu, como muitos imaginam. Ela é enfática em dizer que um não substitui o outro.

Formada em Administração, ela trabalha em um setor de câmbio de uma instituição financeira. Por muito tempo, Ana Carolina evitou a mídia, pois, no passado, se sentiu usada em certos momentos. O início do namoro com Vinícius  foi cercado por curiosos, e pessoas que sempre a abordavam na rua.

Publicidade

Eles estranhavam o fato de alguns quererem tirar foto ou até pedir autógrafo, pois nunca foi artista, apenas uma mãe que teve uma filha covardemente morta com participação do próprio pai. Felizmente, essa fase de alvoroço passou e, durante a gravidez, só uma pessoa a reconheceu e com delicadeza e amor desejou felicidades.

Miguel enche a casa de alegria. Se Isabella tivesse viva, teria completado 14 anos, e, com certeza, curtiria muito a vinda de um irmãozinho. No futuro, Miguel saberá do que aconteceu com a meia-irmã, Ana mesmo faz questão de não esconder, mas tudo será no tempo certo. Nos primeiros anos, basta dizer que ele tem uma irmã, que não está mais aqui na Terra. #Curiosidades #Crime #Maternidade