R$ 130. Esse é o valor que os primeiros alunos da 'Academy Freestyle' estão pagando por mês para poderem se exercitarem pelados. Malhar sem roupa já era algo muito comum, mas geralmente compartilhado de maneira individual, com o público #fitness fazendo esse tipo de exercício em casa. Quem malha sem roupa garante que isso deixa qualquer um "mais animado", além de poder visualizar os músculos em todos os ângulos.

Desde o início desse mês, quem mora na região de Frei Caneca, em São Paulo, já pode encontrar amigos que topam malhar sem usar absolutamente nada. A academia já era conhecida em países da Europa. Para entrar nela, o usuário é obrigado a deixar as roupas em um armário, utilizando apenas toalhas para usar nos aparelhos. "Aqui a higiene é tudo", disse um dos usuários na internet ao dizer que está muito feliz em malhar na tal academia diferente.

Publicidade
Publicidade

"A gente se sente mais animado ao fazer os exercícios e conhece até melhor o próprio corpo", disse um dos usuários. 

A academia já tem até fila de entrada. Quem trouxe a ideia para o Brasil é o empresário Emerson Ferreira. Ele disse que muita gente pode até criticar o projeto, mas que ele tem um apelo muito grande, especialmente no Brasil, onde as pessoas já andam com o corpo muito à mostra. O empresário disse que, mesmo que a mídia critique o seu projeto, ele vai seguir em frente até o fim, lembrando que o mesmo aconteceu no início da franquia fitness no hemisfério Norte, mas que ao final, tudo deu certo. Além da musculação, quem se inscrever na academia fará Yoga e crossfit. 

Durante o treino, os alunos só podem ficar no espaço da academia sem roupa nenhuma. Além disso, existem outras regras rígidas, que se descumpridas podem gerar a expulsão dos "marombeiros".

Publicidade

No contrato, os alunos se comprometem a seguir tudo à risca, do contrário, perdem o dinheiro investido. Em Nova York, o projeto já ganhou muitos adeptos desde janeiro. 

Os responsáveis negam que malhar pelado traga mais bactérias ao corpo e dizem que, pelo contrário, já que os cuidados na academia deles são maiores.