Uma pequena cidade de Goiás, próxima a capital Goiânia, está chocada com tamanha crueldade de um #Crime. Duas adolescentes torturaram por quatro horas uma menina por ciúmes. Elas amarraram, chutaram e bateram com um facão na outra adolescente. As agressoras tem 14 anos de idade e a frieza com que cometeram o crime chocou a juíza responsável pelo caso e até os policiais que a atenderam.

O Crime

O crime só foi descoberto porque outras duas adolescentes, além das agressoras, filmaram tudo através de um aparelho de celular e não apagaram o vídeo. As imagens mostram a vítima amarrada, com um pano na boca apanhando. Ela foi espancada com um pedaço de pau e um facão.

Publicidade
Publicidade

As agressoras chegaram a cavar uma cova onde a menina agredida é colocada. Após horas de espancamento, as cruéis agressoras resolveram se limpar e foi aí que a vítima conseguiu finalmente escapar. Muito machucada, a menina pediu ajuda na rua e foi encaminhada para um posto de saúde. A polícia foi logo acionada e começou a investigar o caso.

Repercussão

A cidade de Trindade/GO está em choque com a repercussão que o caso está tendo. As quatro adolescentes agressoras estão recolhidas em uma instituição para menores infratores, a vítima e sua mãe tiveram que mudar de casa por estarem recebendo ameaças e estão com muito medo.

Sem Arrependimento

O que está impressionando policiais e membros da #Justiça do Estado de Goiás é que as adolescentes que praticaram o crime não se mostram arrependidas.

Publicidade

Para elas, a vítima mereceu passar por isso, pois arrumava encrenca com elas e até estava de olho em um ex-namorado de uma das agressoras. A menina que foi espancada teve cortes e ainda apresenta hematomas por todo o corpo.

Outras Notícias

Ex-políticos brasileiros recebem aposentadoria 7,5 vezes maior do que as pessoas comuns. Com previdência própria, ex-deputados e ex-senadores ultrapassam de longe o teto do INSS. Clique aqui para saber mais.

Menino desfigurado passa por cirurgia arriscada e tem a chance de uma nova vida. Criança nasceu no Marrocos e foi operada na Austrália. Clique aqui para ler a matéria completa.

Mercado de ilha do Canadá oferece emprego e terreno de um hectare para quem quiser viver e trabalhar por lá. São três vagas abertas, uma delas já foi preenchida. Clique aqui para ler a notícia completa.