Recentemente, a advogada e professora da Universidade de São Paulo (USP), #Janaína Paschoal, utilizou as redes sociais para fazer um alerta, dizer que a Rússia estaria a um passo de atingir o Brasil com um possível ataque armado. Ela revelou que o presidente russo, Vladimir Putin, teria feito um acordo com a Venezuela, onde uma base militar está sendo construída. Essa base teria como intuito gerar uma guerra entre a Rússia e o Brasil. O país que tem impasses com os Estados Unidos estaria interessado em explorar as riquezas de nosso país. 

O jornalista #Ricardo Boechat, conhecido pelos comentários da TV e rádio Bandeirantes, decidiu fazer graça em torno do episódio.

Publicidade
Publicidade

Em seu programa no rádio, Boechat colocou a frase de Janaína em um quadro de humor, tirando a credibilidade da mulher que trabalhou na acusação da ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), durante o processo de impeachment. O âncora foi além, dizendo que a professora da USP teria esquecido de tomar o seu Rivotril. O remédio é um calmante conhecido, utilizado para ajudar contra o estresse, acalmar, mas também por quem tem problemas de saúde mental. 

Fãs de Paschoal se irritam 

O que Boechat não esperava é que milhares de pessoas defendessem Janaína e que a atitude dele acabasse mal. Internautas estão atacando a página do jornalista, que antes era uma grande referência no mundo da comunicação. Assim como a própria advogada do impeachment, Boechat é uma figura polêmica, conhecido por falar o que pensa, especialmente quando está no rádio. 

O âncora da Bandeirantes já se desentendeu, por exemplo, com o pastor da Igreja Evangélica Vitória em Cristo, Silas Malafaia, a quem ele mandou procurar uma "rol*".

Publicidade

Mesmo com seu jeitão, Ricardo tem se mantido firme e forte  no jornalismo. Ele é um dos nomes mais conhecidos de seu canal e tem forte interesse de procura por outras marcas no mundo da comunicação. 

Veja abaixo o vídeo com o comentário feito pelo âncora da TV Bandeirantes que acabou provocando grande revolta: