Mais um crime de estupro choca a população de Manaus. Desta vez foi um enfermeiro que abusou de uma garota. A Depca - Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente - já está investigando o enfermeiro suspeito de cometer o #Crime. De acordo com a polícia, o profissional da saúde dopou uma jovem de apenas 16 anos, e também a mãe da mesma, de 48 anos. O crime ocorreu na última terça-feira, 11, e assim que as duas ficaram fora de si, ele aproveitou para estuprar a adolescente.

A vítima mora no bairro Nova Cidade, localizado na zona norte de Manaus. Quem denunciou o caso foi a própria mãe da jovem que procurou a polícia na tarde do feriado desta quarta-feira, 12.

Publicidade
Publicidade

Grace Jardim é a delegada responsável pelo caso e já deu início às investigações. A delegada informou que a mãe foi à delegacia, juntamente com a filha, que começou a reclamar de fortes dores nas partes íntimas. Imediatamente a jovem foi encaminhada para fazer alguns exames, sendo o primeiro de conjunção carnal e anal, o outro exame realizado foi o de corpo de delito e, por fim, ela fez um exame toxicológico para que ficasse comprovado que ambas foram dopadas. Os exames foram feitos no Instituto Médico Legal e em 30 dias o resultado estará nas mãos de Grace Jardim.

O enfermeiro acusado de dopar e estuprar a garota é vizinho das vítimas e se ofereceu para aplicar uma injeção na garota, que reclamava de algumas manchas que surgiram nas pernas. O enfermeiro aproveitou para oferecer uma injeção à mãe dela que estava muito gripada.

Publicidade

Na verdade, o que ele fez foi dopar as duas e assim poder abusar sexualmente da jovem sem ser incomodado.

Quando o efeito da substância passou e as duas acordaram, a jovem já começou a reclamar que suas partes íntimas estavam doendo demais, entretanto, ela não afirmou que foi estuprada porque estava desacordada. É o resultado dos exames que irá confirmar se o #Estupro foi concretizado ou não.

Acontece que a delegada já não tem dúvidas sobre o crime praticado e já avisou que intimará o enfermeiro para prestar seu depoimento já nos próximos dias, pois ela quer ouvir a versão do homem.

Se os exames vierem a confirmar o abuso sexual, o enfermeiro será indiciado por estupro de vulnerável. #Casos de polícia