O goleiro Bruno Fernandes é um dos nomes mais conhecidos do país, mesmo depois que ficou marcado por conta de um #Crime. No início dos anos 2000, o atleta era um dos grandes ídolos do Flamengo, clube do Rio de Janeiro que tem a maior torcida do Brasil. Especialistas o cotavam para jogar na seleção brasileira, mas esse sonho jamais foi alcançado pelo esportista. Em 2017, o caminho dele no futebol brasileiro pode mudar. Advogados acreditam que será capaz realizar um novo julgamento do goleiro. O motivo é um documento de óbito, expedido de forma irregular, que para os defensores de Bruno, acabou mudando o júri popular. Mesmo sem corpo presente, a causa da morte de Eliza Samúdio - Bruno foi acusado e condenado por arquitetar a morte de Eliza, sua ex-amante - o julgamento foi feito e Bruno preso.

Publicidade
Publicidade

Anos se passaram e o esportista continua dizendo que foi vítima de uma grande  injustiça. Um clube de São Paulo acredita nisso e quer tê-lo já no ano que vem no seu grupo de funcionários. O time não é tão grande quanto o Flamengo, mas está de braços abertos para receber um ídolo do futebol, apenas aguarda a decisão da justiça, que precisa escolher se os advogados de Bruno estão ou não corretos em relação ao documento polêmico. Haverá ou não o novo julgamento? Esse beneficiará o governo? São muitas perguntas, mas a resposta para Fernandes estaria no futebol. Ele não vê a hora de poder retornar ao ofício e poder reescrever um período importante de toda a sua história. 

O clube que quer ter a participação de Bruno é 'A Independente de Limeira'. Um dos representantes do time disse que já colocou um advogado para olhar o caso de perto.

Publicidade

Além disso, 'A Independente de Limeira' estaria conversando com familiares e pessoas responsáveis pela carreira do jogador. O time não revelou quanto estaria disposto a pagar pelo jogador, mas o salário não seria dos mais altos. Bruno não ligaria, já que precisa mostrar serviço e o time está dando um gesto de confiança a ele. Agora somente o tempo  dirá se ele será ou não solto para disputar o Paulistão, já no ano que vem.  #Investigação Criminal