Os frequentadores de uma academia em Goiânia estão bastante assustados depois que o dono do estabelecimento e a namorada foram encontrados mortos perto do local. O homem é Rogério Ferreira Alves, ele matou a namorada Dayely Fonseca, e logo depois cometeu suicídio nesta última segunda-feira (03), no bairro Jardim Curitiba II, em Goiânia.

Segundo o depoimento dos funcionários do local, que não quiseram ser identificados, a academia ainda estava aberta e funcionando quando o homem cometeu o #Crime. Um dos trabalhadores achou estranho que Rogério não havia comparecido ainda à academia, e foi procurá-lo em sua casa, quando encontrou o corpo dos dois na residência.

Publicidade
Publicidade

O crime ainda está sendo investigado pela Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), mas ao que tudo indica parece ter sido um crime passional. A arma do crime foi comprada por Rogério, depois que o estabelecimento havia sido assaltado por duas vezes. O casal estava separado, mas o homem não aceitava o término do relacionamento.

Segundo as investigações da polícia, coordenadas pelo delegado Dannilo Proto, a jovem foi alvejada com três tiros na casa do rapaz, e em seguida ele tirou a própria vida. Ninguém desconfiou do crime até que o funcionário fosse procurá-lo em sua casa. Estão todos bastante assustados, pois não pensaram que ele fosse capaz de tal ato.

A mulher que foi encontrada morta, não morava mais com ele, mas ao que tudo indica tinha ido até a casa de Rogério para resolver a situação.

Publicidade

Ele estaria tentando reatar com ela que não queria a volta do relacionamento. Segundo um ex-aluno que malhava na academia e conviveu com o casal por cerca de um ano, o relacionamento dos dois era bastante conturbado. O homem era muito ciumento e isso acabava levando a várias brigas entre os dois.

O corpo do casal foi encaminhado para o IML, para que fosse feito serviço de necropsia por se tratar de crime violento. Eles foram identificados pelos familiares e liberados para que fosse feito as cerimônias fúnebres. O casal está sendo velado nesta terça-feira (04).

Os amigos e familiares de Rogério realizam o velório na igreja evangélica, perto do local do crime. Já a família da moça não quis divulgar o local do velório, para evitar a imprensa. A polícia civil prossegue com as investigações. #Casos de polícia