Na tarde desta última quarta-feira (05), um jogador, de 18 anos foi preso suspeito de tentar matar a amante de 19 anos, em São José do Rio Preto. Ele, que não teve a identidade revelada por questões de segurança, fazia parte da equipe sub-20 do São José Esporte Clube, um time do interior de São Paulo. O rapaz foi detido depois de ser acusado de tentar matar uma jovem, com a qual teria tido uma relação ex-conjugal. As motivações do #Crime seriam porque a mulher teria engravidado e não queria abortar a criança. O homem que tinha outra relação fixa, não queria que a amante revelasse a gestação, uma vez que isso denunciaria a sua traição. O crime aconteceu no final de setembro deste ano, no entanto, a polícia só foi chamada para averiguar o caso alguns dias depois.

Publicidade
Publicidade

O esportista foi levado para a cadeia de Caçapava (SP) e ficará detido até que as investigações sejam concluídas. A situação correrá em segredo de Justiça, e nenhum dos envolvidos terá sua identidade revelada por enquanto.

O rapaz tem um filho e uma namorada, e não queria que sua traição fosse revelada. No entanto, a amante ficou grávida e ameaçava contar sobre a gestação. O jogador, que não aceitava a gravidez, premeditou com outros três homens a morte da mulher. Ele teria convidado a vítima para dar um passeio no dia 21 de setembro, quando a mesma entrou no veículo, os outros comparsas do atleta estavam lá esperando para realizar o crime. Ela foi brutalmente violentada, agredida com golpes de faca, e lançada de uma ponte da região do clube Luso Brasileiro, na Zona norte do município.

Publicidade

Felizmente, ela conseguiu sobreviver à queda, não se sabe ainda a altura da qual ela foi arremessada. A jovem teria se fingido de morta e esperado que os criminosos fossem embora, para depois sair em busca de ajuda. Ela foi socorrida em um hospital da região e já teve alta.

Segundo a Polícia Civil, o atleta agora ficará preso na cadeia de Caçapava, enquanto aguarda as decisões da Justiça. Os outros homens envolvidos na tentativa de homicídio ainda não foram encontrados pela polícia. O jogador já foi ouvido pelos investigadores, e confessou o crime. No depoimento, ele relatou que tinha o sonho de seguir carreira no futebol, e que estava em ascensão no clube de São José. Agora, toda a carreira foi para o lixo, e ele deverá pelo crime bárbaro que cometeu. As investigações continuam e a vítima deverá ser ouvida, o atleta poderá pegar de dez a vinte anos de prisão.

#Investigação Criminal