Mais um golpe ousado vem sendo praticado no mercado. Uma quadrilha composta por jovens de classe média estão comercializando notas falsas pela internet. Essa invasão de notas falsas está tomando o mercado e deixando muita gente no prejuízo.

Somente este ano, o Banco Central recolheu 350 mil notas falsas, que estavam circulando pelo mercado. A ousadia é tão grande que os jovens criaram até uma página na internet para a comercialização das cédulas falsificadas, contando com o serviço de entrega dos correios.

Testemunho de vítima

Um engenheiro, que não quis se identificar, afirmou que caiu no golpe, após anunciar a venda um aparelho celular.

Publicidade
Publicidade

As câmeras do estabelecimento onde eles se encontraram registou todo momento da negociação. O engenheiro entrega o celular e recebe o pagamento em espécie. Os dois jovens, que pagam a mercadoria ao homem, estão bem arrumados e parecem ser estudantes.

Logo no pagamento, o engenheiro desconfia da nota e pede ajuda a um comerciante, que também não identificou a fraude. O engenheiro disse que recebeu dos jovens 23 notas falsas de 100 reais, e acabou ficando no prejuízo pela venda de seu aparelho celular.

Os criminosos estão tão sem medo e pudor que negociam as notas em suas redes sociais, e paginas próprias, existindo até uma tabela de preço e do lucro obtido nesse negócio do comercio ilegal.

Em uma das páginas eles oferecem notas de R$ 2,00, pelo valor de R$ 0,75 centavos, cada uma. No site é estipulado o valor mínimo para compra das notas.

Publicidade

No perfil é encontrada a tabela com os valores, e a encomenda pode ser entregue pelos correios. E infelizmente o que não falta é gente interessada em participar do negócio.

Dicas da Polícia Federal

A Polícia Federal, afirma que em muitos casos a nota é impressa por uma impressora comum. E dá um alerta para que fiquemos atentos na hora de recebermos dinheiro. Algumas dicas vão ajudar a você identificar uma nota falsa: na nota de R$ 100, a marca d’ água e a textura são diferentes, tem alto relevo e é mais áspera; já nas notas de 10 e 20 reais, elas mudam de cor ao serem movimentadas, e as R$ 50 e de 100, possuem uma faixa no canto, que é holográfica. O que todas as notas possuem em comum é um fio de segurança.

Quem participa da comercialização, de qualquer maneira, comete #Crime. Seja na confecção, na compra ou até mesmo repasse das notas falsas ,irá responder judicialmente pelo ato, podendo ser condenado a pegar até 12 anos de prisão.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Igor Cedrola, não há nada que fique oculto na internet, mesmo que haja algum tipo de demora um dia será descoberto, informou ele.

#Investigação Criminal