Magistrados e servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe decidiram gravar uma paródia da música que foi sucesso nos anos 80, ‘We Are The World”, onde, na época, vários artistas famosos se empenharam a favor de arrecadar fundos para países africanos que estavam passando por necessidade econômica. Juízes e outros servidores fizeram a paródia com o intuito de enaltecer o trabalho do Judiciário. Segundo eles, na música, é bom que o STJ existe, pois, sem ele, a vida das pessoas seria ainda mais difícil. No entanto, o que ficou marcado mesmo foram as risadas dadas por centenas de seguidores que assistiram ao vídeo.

Os internautas não perdoaram a desafinação do vídeo e outros até disseram que é melhor que os magistrados e servidores fiquem, de fato, no trabalho deles, pois, de acordo com os críticos, como cantores, eles não são lá muita coisa.

Publicidade
Publicidade

Assista:

 

Agora, vamos aos comentários

As redes sociais não perdoaram o vídeo. Muitos disseram que esse foi um dos grandes micos já vistos na rede durante toda a semana, confira:

Ai ai que bom que o judiciário existe, seria ainda melhor se não cantasse”, disse Braian Rizzo.

“Se eles trabalharem tão bem quanto cantam, a justiça estará uma maravilha.”, explicou Rafael Pyro.

“Assisti até a parte q meu ouvido começou sangrar. Depois nao deu mais”, detonou Tiago Mazetti.

“Deve ter escorrido uma lágrima do olho do Sr. Moro”, disse um outro seguidor. E assim seguiu a grande maioria dos comentários sobre essa paródia dos servidores do Judiciário de Sergipe.

“Ai ai que bom, Judiciário existe. Lutar vencer é por você que a gente existe”, diz um refrão da paródia. Em questão de visualização, de fato, o vídeo ganhou bastante sucesso, pois já são centenas de milhares de visualizações do vídeo, somados os internautas do Facebook, de sites de humor como o “Não Salvo” e, também, como no próprio YouTube.

Publicidade

Ou seja, o vídeo se disseminou por todas as partes da internet. Porém, é salutar lembrar que os magistrados e servidores do Judiciário de Sergipe, logo no início do vídeo, fizeram um alerta importante: eles explicaram para quem for assistir o vídeo que são desafinados e as pessoas precisam não prestar muita atenção nesse detalhe. #Mural de Notícias #Curiosidades