Um caso chocante envolvendo uma gestante deixou os moradores do município de Pitangueiras (SP) totalmente estarrecidos. Uma mulher matou uma grávida de apenas 15 anos e retirou o bebê do útero. A jovem estava grávida de 8 meses.

A polícia está em busca da suspeita de cometer o assassinato, mas até o momento ela encontra-se foragida. O caso aconteceu em Pitangueiras, cidade localizada no interior do estado de São Paulo. De acordo com o registro da ocorrência, depois de matar a jovem, a mulher abriu a barriga da vítima usando uma faca e retirou a criança.

Os corpos das vítimas foram localizados na tarde desta quarta-feira (12), pelo esposo da suspeita.

Publicidade
Publicidade

O corpo da adolescente estava dentro de um tambor que ficava no quintal da residência, já o da criança foi encontrado perto de uma sacola de lixo, no banheiro da casa, onde estaria também parte do útero da vítima.

Ainda não se tem conhecimento qual seria a motivação do #Crime. O registro do caso foi feito como homicídio e aborto provocado por terceiros, ou seja, sem consentimento da grávida. Os corpos foram encaminhados para o IML – Instituto Médico Legal, da cidade de Barretos, São Paulo.

De acordo com os registros feitos pelos policiais, a mulher suspeita de ter cometido o assassinato, é costureira, tem 25 anos, e trabalha fazendo roupinhas de bebê. A costureira esteve na casa da adolescente e a convidou para ir até a sua residência. O esposo da suspeita falou que as duas chegaram ao local, no entanto, ele precisou sair na sequência.

Publicidade

De acordo com o marido da suspeita, quando ele retornou para casa, algumas horas depois, sua esposa estava lavando o terreiro, mas ele não teria desconfiado de nada. Ele ainda relatou que chegou em casa, pegou a carteira e saiu novamente. Ao retornar mais tarde, encontrou sua esposa visivelmente abalada, sentada na calçada. Foi então que a mulher disse que as duas brigaram e ela acabou desferindo um golpe de faca na barriga da adolescente.

Depois que confessou o crime para o marido, a suspeita acabou fugindo. Ele entrou na casa, encontrou os corpos e chamou a polícia. Os parentes da jovem estiveram na delegacia para prestar depoimento nesta quinta-feira (13).

Caso semelhante

Recentemente, um caso parecido aconteceu na cidade de Ituiutaba, Minas Gerais. O crime também chocou a população pelo requinte de crueldade. A grávida teve seu bebê retirado da barriga ainda viva, neste caso o bebê sobreviveu.

  #Investigação Criminal