No fim da semana passada, uma foto chamou a atenção da internet brasileira. Ela mostrava o que supostamente seria um palhaço em uma rua de São Paulo. Muita gente achou que a imagem não era do Brasil, uma montagem ou apenas uma brincadeira. Acertou quem escolheu a última opção. O mistério foi revelado nesta sexta-feira, 14, pelo portal de notícias G1. Quem realizou as imagens foram os primos Eduardo e Alexandre Gonçalves, de 15 e 17 anos. A imagem foi feita depois que eles saíram de uma festa, no último sábado, 08. O comentário no local eram os tais #Palhaços sinistros, que até aquele momento apenas aterrorizavam a Europa e os Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

“Falei, vamos lá tirar a foto? Por causa desses palhaços", disse Eduardo, que lembrou de caso americanos. Os dois então foram até próximo ao Shopping Itaquera, em São Paulo, onde fizeram o registro. Perturbar a ordem ou causar boatos pode ser considerado #Crime pela nossa legislação. Por isso, os jovens fazem questão de dizer que “Foi só na brincadeira mesmo.” Eles argumentam que não tinham ideia da proporção que as coisas iriam tomar. Em outros países, as aparições dos palhaços horrorosos fez com que a polícia tomasse medidas fortes, avisando até que irá efetuar prisões.

No Brasil, por enquanto, as policias dizem que não houve qualquer queixa formal parecida com o que houve no exterior. As reclamações ficam apenas na internet. Eduardo é o jovem que se fantasiou e apareceu na foto que correu a internet.

Publicidade

Ele disse que tinha ido à uma festa de fantasia, que era o aniversário de quinze anos de um das suas primas. O jovem diz que a fantasia que usou sequer era de palhaço, mas sim de monstro, mas que à noite, ficou impossível saber identificar uma coisa da outra, especialmente porque a imagem que correu a internet foi feita com grande distância. 

Ele disse que publicou a foto no domingo e que achou que não fosse dar em nada. Ele e o amigo deram uma saída e quando voltaram viram que a publicação já tinha mais de cinco mil comentários e mil compartilhamentos. Com medo que aquilo poderia virar um registro policial, eles decidiram apagar o post, mas já era tarde.