Uma tragédia aconteceu na cidade de Venda Nova do Imigrante, localizada na Região Serrana do estado do Espírito Santo. De acordo com portal do Jornal Gazeta Online, uma criança foi morta na tarde do último sábado (15), pelo patrão do seu pai, saibam mais aqui.

Homem foi levar adiantamento para seu funcionário

Um menino de um ano e oito meses morreu atropelado pelo patrão de seu pai na tarde do último sábado. Segundo as informações da Polícia Civil, o patrão foi até a casa do garoto levar uma quantia em dinheiro como forma de adiantamento do pagamento por serviços prestados pelo pai da criança.  O funcionário havia feito a solicitação do adiantamento ao patrão, que o atendeu de pronto.

Publicidade
Publicidade

Motorista não viu a criança

Segundo a delegada Maria Elisabete Zanolli, responsável pelo caso, o motorista afirmou que quando saia da casa do seu funcionário, ao dar ré no carro não percebeu que a criança estava atrás do veículo. O menino Rafael da Silva, chegou a ser socorrido, levado para o hospital mais próximo, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Entenda como a tragédia aconteceu

O acidente fatal aconteceu no bairro Providência em Venda Nova do Imigrante, ES, por volta das 12h30 de sábado. O motorista da caminhonete Toyota Hilux é proprietário da oficina onde o pai de Rafael trabalha. Depois do expediente ele levou na casa de seu funcionário o adiantamento do seu salário. 

De acordo com as informações colhidas pela polícia, os dois homens conversaram um pouco e quando o motorista foi deixar o local, atropelou acidentalmente a criança.

Publicidade

O homem que dirigia o carro, disse que momentos antes de entrar na caminhonete viu o garotinho no colo do pai. Quando ele saiu com o veículo escutou um barulho e os gritos do pai da criança.

Ao perceber que a criança estava debaixo do carro ele o socorreu imediatamente.

O corpo do garotinho foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal), localizado na cidade de Cachoeiro de Itapemirim. O corpo foi liberado e o sepultamento feito no domingo (16). 

Ainda de acordo com a delegada, os pais da criança e o homem que guiava a caminhonete estão em estado de choque. O motorista irá responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Os nomes, com exceção da vítima, não foram informados pelas autoridades. #Crime #Acidente #Casos de polícia