A tragédia ocorrida com Gustavo Detter, de 13 anos, no sábado (15), ainda não saiu da cabeça de vários pais e adolescentes que viram as terríveis consequências de um jogo bobo, que desafia os limites do corpo, ao bloquear a corrente sanguínea para o cérebro e, por consequência, causa desmaio.

Familiares e amigos de Detter estão marcados e sensibilizados eternamente, como mostrou o desabafo de um primo do jovem garoto que não resistiu, mesmo depois de socorrido e levado para a UTI.

Em seu post, o primo, de 25 anos, ainda faz uma confissão chocante onde relata ter feito a mesma brincadeira em sua adolescência. Segundo ele, com as mãos, ele e seus amigos pressionavam o pescoço até que desmaiassem para então depois recobrarem a consciência.

Publicidade
Publicidade

A brincadeira dele e de seus amigos não teve um fim tão triste como o de Gustavo, nem deixou sequelas em seus amigos, mas serviu de alerta para que ele usasse não só sua experiência, mas também o evento trágico familiar para alertar outros pais e jovens de que a brincadeira, que aparentemente parece inocente, pode ter consequências terríveis.

Ele ainda ressaltou a importância dos jovens pensarem no sofrimento que podem causar em familiares e amigos com uma perda tão súbita e dolorosa.

Gustavo Detter se enforcou depois de perder em um jogo online e foi desafiado a fazer o "Choking game", como é mais conhecido entre os jovens. A forma como ele escolheu participar do desafio, porém, não é a única, e pais e responsáveis devem manter-se alertas sobre esta questão.

Uma das informações que mais chocam, neste caso, é que os participantes do jogo que desafiaram o jovem assistiram à toda a cena de enforcamento pelo vídeo de compartilhamento de imagem do jogo.

Publicidade

Quando perceberam que o jovem demorava a retornar a consciência, alertaram uma parente do garoto que estava no quarto ao lado que rapidamente pediu socorro a outros familiares.

O relato de um tio de Gustavao Detter, das enfermeiras e do médico que fez o atendimento também chamaram atenção pelo alerta sobre a atenção que pais devem dar às atividades dos filhos na #Internet

Que pais e responsáveis reforcem suas atenções em relação à atividade dos filhos. #Facebook #Morte