Nesta segunda-feira, 10, o Rio de Janeiro foi atingido por um grande ataque de violência. O bairro de Copacabana, na Zona Sul da cidade, teve momentos de tensão, tendo direito a troca de tiros entre militares e policiais. O caso, segundo informações do 'Jornal O Globo', aconteceu na comunidade Pavão-Pavãozinho, que fica no bairro considerado nobre. Um vídeo feito por um morador da região registrou o momento em que um dos ataques aconteceu. Em uma das publicações, dá para ver o momento em que todos os tiros são efetuados. Um dos ataques acontece em uma região de pedra e mata do morro. Dá para ver uma das pessoas sendo atingida pelo vídeo. 

Essa pessoa, segundo 'O Globo', que não teve o nome identificado, seria um homem.

Publicidade
Publicidade

A TV Globo diz que três pessoas morreram. Um traficante da região também foi preso. Ele mandava nos criminosos da região. Além dos bandidos, um capitão da Polícia Militar, Vinícius Apolinário de Oliveira, acabou sendo ferido na guerra efetuada na cidade. Ele acabou sendo levado para um hospital destinado para os agentes da região. Muitos vídeos mostrando o confronto foram feitos. Um deles mostra o momento em que um dos bandidos é atingido. Ele cai do morro em um vídeo extremamente chocante. Alertamos para o fato de que as imagens são destinadas apenas às pessoas maiores de dezoito anos. 

Não foi um único tiroteio a ser registrado. Segundo informações do telejornal da Globo no Rio de Janeiro, o RJTV, a Zona Sul da cidade acabou ficando caótica. Muitos moradores e motoristas, assustados, acabaram dando marcha ré em seus veículos. .

Publicidade

Esse é o segundo tiroteio registrado em Copacabana nesta segunda-feira. Os disparos foram ouvidos em diversos pontos da Zona Sul. Nas redes sociais, as pessoas se ajudavam afim de dizer o que acontecia na região. 

Por meio do Facebook e do Twitter, elas relatavam os locais seguros. Muita gente teve medo de subir o morro enquanto o confronto acontecia. A área era pacificada.

Veja abaixo o vídeo que mostra um suposto traficante sendo morto pela polícia:

#Crime #Investigação Criminal