Cenas impressionantes de uma colisão na BR-406, em Rio Grande do Norte, mostram o exato momento em que uma van de turismo faz uma ultrapassagem proibida e bate violentamente de frente com uma motocicleta, que vinha na direção contrária.

O #Acidente aconteceu na última quarta-feira (12) e foi registrado por um aparelho celular de dentro de um carro que vinha atrás do veículo que colidiu.  

A Polícia Rodoviária Federal disse que o motorista da van alegou que foi a motocicleta a culpada pela colisão frontal. O vídeo, no entanto, desmente a versão. As cenas denunciam que o condutor da van invade a pista contrária, desrespeitando a sinalização de solo de faixa contínua.

Publicidade
Publicidade

Pelo Código de Trânsito Brasileiro, apenas nos trechos com sinalização tracejada é permitido fazer ultrapassagens em pistas de mão dupla.

Pelas imagens é possível ver que a batida foi tão forte que os ocupantes da moto foram lançados a uma altura considerável do solo. Tratava-se de um casal, que morreu na hora.

A batida ocorreu num trecho da estrada que pertence ao município de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal.

O inspetor Roberto Cabral, integrante do núcleo de comunicação da Polícia Rodoviária Federal, esclareceu que o registro audiovisual será levado em conta pela equipe que acompanhou a ocorrência.

Em entrevista ao site G1, Cabral disse que preliminarmente é possível afirmar que o caso contou com imprudência do condutor da van, ao fazer uma manobra proibida.

Ele alerta que essa ultrapassagem em especial é um dos mais frequentes motivos de colisões com mortes nas estradas brasileiras.

Publicidade

Entretanto, afirmou que oficialmente só o resultado da investigação poderá determinar o culpado pelo acidente.

Como foi

A ocorrência envolvendo a moto e a van turística foi registrada por volta das 8h45  de quarta-feira (12), no Km 165 da BR-406. O local é de fluxo intenso e próximo ao acesso para o Aeroporto Internacional Aluízio Alves.

Conforme o inspetor Tibério Freitas, os agentes da Polícia Rodoviária Federal receberam o chamado dizendo inicialmente que uma moto, na qual estava um casal, teria entrado na faixa contrária. O meio de transporte turístico estava levando visitantes para a cidade de Galinhos.

Ao contrário do casal, que não sobreviveu, na van nenhum passageiro se feriu gravemente.

#Crime #Casos de polícia