A equipe de bordo que voava no avião da LaMia de numeração CP-2933, era toda boliviana, ao todos eram 9 comissários. Na tragédia na madrugada desta terça-feira (29), o avião que transportava o time de futebol da Chapecoense, e que caiu deixando 75 pessoas mortas, apenas 6 pessoas sobreviveram. Dentre os sobreviventes estava a comissária Ximena Suárez Otterburg, que mora em Santa Cruz de la Sierra. Além dela um colega de trabalho Erwin Tumiri , também sobreviveu a queda da aeronave.

Além dos dois comissários, sobreviveram também três jogadores: Alan Ruschel, Hélio Zampier Neto e o goleiro Jackson Follmann; e um dos jornalistas a bordo: Rafael Henzel.

Publicidade
Publicidade

A equipe de voo estava composta além dos dois sobreviventes por mais sete comissários que morreram, dentre eles: Miguel Quiroga; Gustavo Encin; Ovar Goyti; Ángel Lugo; Alex Quispe, Sisy Arias e o assistente de vôo Romel Vacaflores.

O avião que caiu levava os jogadores da Chapecoense, toda equipe técnica e funcionários do Chapecó, além de vários jornalista e comentarista, que estavam indo para cobrir uma partida histórica para o clube, uma conquista para o time Chapecó a final da Copa Sul-Americana, que aconteceria na quarta-feira, em Medelín.

A LaMia (Línea Aérea Mérida Internacional de Aviación), a companhia aérea foi fundada inicialmente na Venezuela, no ano de 2009. Somente mais tarde teve sua sede transferida para a Bolívia, em Santa Cruz de la Sierra. A empresa está se desenvolvendo para voos não regulares, com a pretensão de ajudar o desenvolvimento do país , com aeronaves de grande porte.

Publicidade

Segundo informações locais, o piloto teria reportado a torre de comando um problema na parte elétrica do avião. E pouco tempo depois a torre perdeu o contato com o avião. De acordo com alguns relatos o pilote tentou fazer um pouso de emergência, e para que o avião não explodisse ao pousar forçadamente, ele esvaziou o tanque de combustível, ante de tocar o solo.

O Itamaraty , informou a embaixada brasileira em Bogotá, que já manteve contato com as autoridades Colômbianas, para tentar ter informações mais precisas sobre o #Acidente, ´pois ainda existem informações desencontradas.

O Ministério de Relações exteriores está à espera do pronunciamento oficial sobre as causas do acidente, para fazer seu pronunciamento.

Muitos times em todo o mundo se pronunciaram sobre a tragédia, a cidade de Chapecó declarou luto oficial por trinta dias, todas as atividades na cidade hoje foram suspensas.