Jhonny Celestino Holsback Belluzzo, 19 anos, foi filmado espancando Samuel Acosta Gomes, de 18 anos. O motivo de tanta agressão teria sido porque a vítima teria urinado no carro do agressor. O vídeo ganhou uma repercussão muito grande e gerou revolta nos internautas. Após 42 dias da agressão, Jhonny teve sua vida transformada, ainda não voltou a trabalhar e apresenta sinais de depressão. O jovem ainda vive reflexos daquele 18 de setembro.

A rotina do jovem foi completamente transformada, ele teve que sair do trabalho, largar a faculdade, e praticamente não sai de casa. Com a repercussão negativa do vídeo, Jhonny começou a receber ameaças de pessoas que prometeram fazer justiça com as próprias mãos.

Publicidade
Publicidade

De acordo informações de pessoas conhecidas da família, o jovem está doente e ainda não retomou sua rotina, pois está com indícios de depressão. Conforme conhecidos da família, o rapaz já havia se arrependido e pedido desculpas à vítima, antes do caso se tornar público.

A agressão aconteceu no dia 18 de setembro, mas as imagens só se tornaram públicas no dia 04 de outubro, gerando a indignação dos espectadores. E a partir daí começaram as ameaças ao jovem. As imagens mostram Jhonny e seu amigo, Alessandro Ronaldo Mosca Júnior, 21 anos, espancando Samuel, com chutes socos e pontapés, mesmo com a vítima caída no chão, as agressões prosseguem, dá para ouvir gritos de pedidos: “não matem ele”, a vítima só tentava proteger a cabeça das pancadas que recebia. O motivo da agressão foi porque a vítima teria urinado e pisoteado o carro do agressor.

Publicidade

Um parente afirmou que Jhonny não era porcaria, que ele sempre trabalhou e estudou para conquistar seus objetivos. Disse que ele iria pagar na Justiça pelo erro que cometeu.

A família do rapaz também foi muito afetada com tudo que está acontecendo. A mãe dele precisou de ajuda médica especializada, e foi diagnosticada com esgotamento mental.

A repercussão do vídeo foi tão grande que até a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), encaminhou advogados para acompanhar as investigações e apuração dos fatos. Apesar da grande violência, a vítima não precisou de cuidados médicos e também nunca se pronunciou sobre o caso.

Em outro vídeo publicado na internet Jhonny revela que sua vida se transformou num inferno, e pede novamente desculpas à vítima. Ele relata que sua atitude foi impensada e aconteceu num momento de muita raiva, mas que, em nenhum momento, passou pela cabeça dele matar ou fazer um mal maior a Samuel.

Jhonny e Alessandro irão responder por tentativa de homicídio. Após pagamento de fiança Jhonny responderá em liberdade, e ficará à disposição da Justiça até que sejam concluídos os trâmites do caso.

#Crime #Investigação Criminal