O concurso público para ingressar no Corpo de Bombeiros do Piauí foi realizado em 2014. Agora, uma operação da Polícia Civil visa apurar fraudes que ocorreram durante esse processo seletivo.

Um das concorrentes, Valéria Vanessa Cabral, que foi aprovada em sexto lugar, é acusada de fraude. Ela postou, em sua rede social, sobre sua aprovação na seleção. Na publicação, ela afirma estar se sentindo maravilhosa por ter sido a sexta colocada no #CONCURSO.

Ela ainda agradece o apoio de seu marido e familiares e se gaba escrevendo que, para as pessoas desocupadas que se importam com sua vida, ali estava seu sucesso. Ela agradece também a Deus e diz que a felicidade não cabe em seu peito.

Publicidade
Publicidade

A publicação da aprovada de maneira inadequada obteve mais de 160 curtidas e 70 comentários.

Sobre a operação

Nomeada de Vigiles, a intervenção exerce 142 mandados, sendo 36 de prisões, 35 de condução coercitiva e 71 de busca e apreensão. Todos foram emitidos pelo juiz da Central de Inquéritos Policiais da capital do Piauí.

Riedel Batista, Delegado Geral, explicou que, até agora, 20 pessoas já foram presas na Vigiles. Dentre elas estão pessoas que passaram no concurso e pessoas que colaboraram com a defraudação.

Os próprios órgãos responsáveis pelo concurso - o Corpo de Bombeiros Militar e a organizadora do processo seletivo Nucepe (Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos) - estão apoiando a operação. Outra organização que tem colaborado com a investigação é a Secretaria de Segurança Pública e seu Núcleo de Inteligência.

Publicidade

Para falarem sobre o caso, as pessoas presas estão sendo enviadas para a Academia de Polícia. Para a Delegacia Geral estão sendo encaminhados os que receberam mandado de condução coercitiva, lá eles serão ouvidos por cinco delegados que registrarão os depoimentos.

No total, aproximadamente 150 pessoas estão envolvidas na operação que investiga a fraude nesse processo seletivo, entre elas estão policiais civis, delegados, escrivães e agentes. Todos juntos para desvendar a corrupção no concurso público. #Crime #Casos de polícia