Neste domingo, 27, uma página em homenagem ao deputado federal Jair Bolsonaro, do PSC, do Rio de Janeiro, divulgou um vídeo, que tem pouco mais de um minuto de duração e que exibe a atuação da polícia em uma das maiores cidades do país, Belo Horizonte. As imagens são de câmeras de segurança e, apesar de terem sido divulgadas agora, mostram um #Crime que aconteceu em março deste ano na capital mineira. Um bandido sequestra um carro, obriga o motorista a dirigir até a um posto de gasolina e, ao chegar ao local, começa a atirar nele. O homem que parece ser uma vítima da situação tenta se proteger. Pelo menos um tiro é disparado, mas bate na lataria do veículo.

Publicidade
Publicidade

Abaixando-se, o homem conseguiu se livrar da morte, mesmo destino que não teria o bandido que atirou nele. Toda a ação, como mostram as imagens da câmera de segurança aconteceu ainda cedo, por volta de nove horas da noite. Muita gente passava perto do posto, que dá acesso à uma via movimentada da capital mineira. A pé, o tal criminoso, que não teve o nome identificado, parecia não ter qualquer medo do perigo e continuou andando e atirando ao mesmo tempo. Ele estava a atirar contra diversos policiais, que já tinham ouvido o barulho da tentativa de assassinato do motorista.

De longe e andando na estrada, ele dá diversos tiros, sem o menor critério. Em determinado instante, as balas acabam e é ao abaixar para colocar novas cápsulas em sua arma de fogo, que ele foi atingido com um disparo fatal.

Publicidade

As imagens mostram o momento que o tiro acerta o rosto do meliante. Em menos de dois segundos, ele cai no chão e falece. Pouco tempo depois, os agentes da lei aparecem e cercam o corpo. O agente que teria efetuado o disparo pega a arma e aparentemente tenta entregar aos colegas, já que o objeto provavelmente seria periciado.

Veja abaixo o vídeo que mostra o crime que aconteceu na capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, e que acabou com a morte do criminoso. O que você achou da ação policial? Comente e compartilhe esta história com seus amigos.

#Investigação Criminal