As últimas palavras dos jogadores do #Chapecoense em público, mais precisamente nas redes sociais, mostravam todas o grande momento que estavam atravessando, não só em termos profissionais, mas também em termos pessoais. Tal como informa o “Jornal de Notícias”, Tiaguinho, de somente vinte e dois anos, foi um dos exemplos da grande fase que passava, publicando a foto de uma criança na barriga da mulher, descrevendo essa gravidez como uma “bênção de Deus”.

Segundo informações das autoridades colombianas, o avião que transportava o time da Chapecoense, bem como cerca de vinte e um profissionais da comunicação, se desfez no meio durante a viagem, não existindo qualquer tipo de explosão.

Publicidade
Publicidade

Na primeira contagem oficial, 75 pessoas perderam a vida, sendo que cinco sobreviventes foram transportados, alguns apresentando graves ferimentos, pelo que o número de vítimas mortais pode aumentar nas próximas horas.

Esse #Acidente ocorreu em um período de muito sucesso para o “pequeno” clube Chapecoense, que estava em uma fase muito avançada de uma competição sul-americana, viajando para a Colômbia, Medellín, para representar o país e tentar fazer história no clube. Apesar de terem perdido no seu último jogo contra o campeão Palmeiras, a verdade é que os jogadores não escondiam a enorme felicidade que sentiam. Cléber Santana, um dos mais experientes, publicou uma foto, alegadamente dentro do avião onde morreu, dizendo : “Em quantas vidas eu viver, eu vou amar você”.

O goleiro Danilo Padilha, que não sobreviveu aos ferimentos, nas suas últimas palavras, agradeceu a um fã, um vídeo que ele fez com seus melhores momentos.

Publicidade

Também Follman, goleiro reserva do time, fez questão de publicar uma última foto onde aparece defendendo uma lance. Tal como seu colega Tiaguinho, Alan Rushel, que é um dos sobreviventes da tragédia, fez questão de, na sua última mensagem, publicar uma foto ao lado de sua companheira grávida, garantindo que “o bebê de casa estava crescendo”. Um pouco por todo o país, os brasileiros choram a notícia dessa enorme tragédia que vai muito além do futebol.