A exemplo de Recife e de outras capitais, os moradores de Belém do Pará estão se familiarizando aos poucos com um novo conceito em #Mobilidade urbana. A primeira etapa do #BRT - Bus Rapid Transit (em português, Ônibus de Trânsito Rápido) foi inaugurada em julho e conta hoje com 15 coletivos articulados que oferecem mais conforto e comodidade aos usuários. Além do ar-condicionado, os ônibus são equipados com internet Wi-Fi e contam com modernas estações de embarque e desembarque, proporcionando muito mais segurança aos passageiros.

No entanto, o serviço ainda opera parcialmente e em caráter experimental, já que a viagem ainda se restringe ao trecho entre o Terminal Mangueirão e a Avenida Antônio Baena.

Publicidade
Publicidade

Bem próximo dali, no bairro de São Brás, está sendo construída uma grande estação do BRT, prevista para ser inaugurada nos próximos meses e que deverá facilitar o acesso ao ônibus rápido.

Atualmente, a obra já foi concluída em quatro dos treze quilômetros da rodovia Augusto Montenegro, que cruza a principal área de expansão da cidade, cuja transformação é visível. O projeto vai muito além das canaletas por onde os coletivos circulam e inclui drenagem profunda, paisagismo completo, ciclofaixas, calçadas padronizadas, nova iluminação em led e instalação subterrânea das fiações de energia, internet e telefonia.

Como ocorre no Rio de Janeiro, Belém se acostumou a um dia a dia com a obra do BRT impactando a rotina da cidade. Um grande elevado também está previsto para ser erguido na confluência da Rodovia Augusto Montenegro com as Avenidas Centenário e Independência.

Publicidade

A construção deve iniciar até o final de 2016 e irá contemplar faixas para o ônibus rápido (uma em cada sentido), duas faixas de trânsito normal por sentido e uma rotatória sob o viaduto.

Pela momentânea limitação no trajeto do ônibus, os coletivos ainda circulam com poucos passageiros. Outra dificuldade, que deve ser eliminada conforme o sistema vai sendo ampliado, é o horário de circulação do BRT, de 8h às 17h, deixando de atender às demandas da população nos horários de pico.

A obra conta com recursos federais e é executada pela Prefeitura Municipal de Belém. A previsão é que o sistema esteja operando plenamente em 2018, quando chegará ao Distrito de Icoaraci. #Onibus