Quando o assunto é #sexo, as pessoas se animam para saber mais e, quando existe um vídeo, este pode viralizar na internet pela quantidade de acessos e os compartilhamentos via redes sociais. Exatamente isso que aconteceu com um casal homossexual que manteve relações sexuais em um ambiente público.

De acordo com o site Diário do Sertão, um casal de rapazes estavam em um banheiro público quando decidiram fazer sexo. Como o local não é apropriado para relações íntimas, sejam héteros ou homossexuais, ocorreu o óbvio: um senhor entrou no banheiro público e viu a cena de dois homens fazendo amor. Naquele momento, ele chamou os seguranças informando o acontecimento.

Publicidade
Publicidade

Mediante a denúncia, os guardas chegaram ao banheiro onde constataram que os jovens rapazes estavam fazendo sexo. Os agentes de segurança deram voz de parada, pois por ser um local público, ninguém pode ter relações sexuais naquele ambiente. Os guardas alertaram que caso a prática não acabasse naquele momento, eles seriam obrigados a chamar a polícia e denunciá-los por "atentado ao pudor".

Os agentes de segurança não foram homofóbicos, pelo contrário, eles souberam contornar a situação. Afinal, algumas pessoas têm a fantasia erótica de fazer sexo em locais públicos, como o banheiro. Entretanto, o principal problema não foi a relação de amor entre o casal, mas sim o fato de que um dos agentes gravou o acontecimento. O vídeo vazou pelas redes sociais, sendo compartilhado milhares de vezes, principalmente pelo Whatsapp.

Publicidade

Os rostos dos jovens não foram preservados, bem como a história contada na íntegra. A exposição da intimidade dos rapazes foi violada, sendo vítimas de discriminação e comentários preconceituosos na internet. Afinal, todos sabem que "caiu na net, já era". Este é o termo utilizado para todos os vídeos amadores que possuem algo relacionado a sexo.

Por questões de ética, não podemos divulgar o vídeo, pois existem leitores de todas as idades. Os interessados podem procurar na internet. Qual a sua opinião sobre o caso? Deixe seu comentário. #gay