Um homem aposentado de 53 anos, foi preso na segunda-feira (07), acusado de ter violentado sexualmente um menino de nove anos, em Monsenhor Gil, cerca de 56 km de Teresina (PI). De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi até a casa do acusado buscar algumas mangas quando foi atacado pelo estuprador. Ainda, de acordo com a polícia, os policiais encontraram mais de 100 filmes pornográficos e vários brinquedos na casa do suspeito.

Conforme o policial Manoel Sales, o abuso aconteceu no sábado (05), mas a família só foi à polícia na segunda-feira (07), para denunciar o #Estupro porque a criança foi ameaçada pelo estuprador.

Publicidade
Publicidade

Segundo o depoimento da mãe do garoto, seu filho chegou em casa chorando e relatou o que tinha acontecido. De acordo a mãe, ela não sabia o que fazer, até então procurou o Conselho Tutelar, mas relatou que não encontrou ninguém. E disse que seu filho vinha sendo coagido no final de semana.

Ainda, segundo informações da polícia, o suspeito mora próximo da residência da vítima e já conhecia o menino. Quando o acusado foi preso, o mesmo confessou que apenas tinha acariciado as partes íntimas do menino e relatou que não houve penetração na vítima. Conforme consta no Boletim de Ocorrência, o garoto teve as suas mãos amarradas para realizar uma fantasia erótica do acusado. Diante do depoimento do garoto, o relato do próprio homem, conforme manda a lei já fica confirmado o estupro de vulnerável.

Publicidade

Como o menino já conhecia o acusado, ele entrou em sua residência e pediu para pegar algumas mangas quando foi atraído pelo homem. Os policiais encontraram vários brinquedos e material pornográfico na casa do indivíduo. O acusado foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter). O Conselho Tutelar da cidade está acompanhando o caso e o garoto foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Teresina, e passou por exames de corpo de delito. A polícia de Teresina, abriu um inquérito e o caso está sendo investigado. O acusado encontra-se preso e ficará a disposição da Justiça. Se for condenado a pena por estupro pode variar de oito a quinze anos de cadeia. #Crime #Casos de polícia