Uma derrocada em uma gruta provocou um trágico acidente que culminou na #Morte de dez pessoas que acompanhavam uma cerimônia religiosa, nesta terça-feira (1º), em Tocantins. Além das vítimas fatais, sete fiéis também ficaram feridos durante o acidente.

O caso aconteceu em Santa Maria do Tocantins, região localizada no norte do #Brasil, no estado do Tocantins. As pessoas envolvidas estavam acompanhando uma missa que é tradicional na região e celebrava o dia de todos os santos. Entre as vítimas fatais estavam dois homens, duas crianças e seis mulheres.

Uma das vítimas fatais era do município de Babaçulândia, quatro pessoas eram de Itacajá, três da localidade de Pedro Afonso e mais duas eram moradoras das fazendas da região.

Publicidade
Publicidade

Todos os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da cidade de Pedro Afonso. No entanto, deverão ser levadas para a capital, onde deverão passar pela perícia.

De acordo com a Secretaria Estadual responsável pela área da saúde, as pessoas que ficaram feridas foram transferidas para o hospital de Pedro Afonso e o hospital de Palmas. Ainda não foi informado o estado clínico dos sobreviventes. O governo do estado decretou luto de três dias por causa do acidente que provocou a morte das dez pessoas.

O padre Rivonaldo da Silva Santos, que era o responsável pela realização da celebração, contou detalhes de como tudo aconteceu. Segundo ele, tudo aconteceu repentinamente, não possibilitando que fosse possível qualquer reação. A celebração já tinha terminado, quando os fiéis resolveram retornar para rezarem o terço.

Publicidade

O padre Rivonaldo ainda relatou que estava próximo do local quando a #Tragédia aconteceu.

A cerimônia religiosa é uma tradição que ocorre há, aproximadamente, 50 anos. Boa parte dos fiéis está ali para pagar uma promessa e fazer orações como agradecimento por uma bênção. Ainda não existe a informação se continuará acontecendo celebrações na gruta. Porém, o padre disse que pretende realizar a missa de sétimo dia perto da gruta, desde que não tenha nenhum risco.

A gruta onde aconteceu a tragédia fica localizada em uma propriedade privada e o lugar é conhecido como Casa de Pedra. Segundo informação do Corpo de Bombeiros, estariam, no local do acidente, aproximadamente 50 pessoas.