Um adolescente de 16 anos estava com uma arma de calibre 38 na cintura, mas ao perceber que uma viatura policial se aproximava tentou se desfazer do revólver. Porém, no susto, acabou apertando o gatilho e atingindo o próprio órgão genital. O caso aconteceu na cidade de Rondonópolis, a 215 Km de Cuiabá, no Estado do #Mato Grosso. A identidade do menor não foi revelada.

No momento do #Acidente, o rapaz estava guiando uma moto com uma amiga na garupa. Por já ter sido apreendido anteriormente por participação em crimes e por não possuir carteira de motorista, amedrontou-se com as sirenes e, na tentativa de se desfazer do artefato com apenas uma mão, acabou disparando a arma e causando tamanho estrago.

Publicidade
Publicidade

Será que doeu?

Mesmo ferido, conseguiu dirigir sozinho até uma Unidade de Pronto Atendimento, e chegou aos berros, pedindo ajuda.

Apesar da situação de absoluta fragilidade, ao prestar depoimento pessoal, o garoto, sentindo-se envergonhado, bem como com receio de sofrer qualquer penalidade em razão do porte de arma de fogo, tentou mentir aos polícias, afirmando que havia sido alvejado por dois sujeitos em uma tentativa de assalto.

Todavia, após algumas horas de conversa, a Polícia Militar conseguiu uma confissão informal do menor, já que o tiro havia causado ferimento na posição vertical (de cima para baixo), o que afastava, a princípio, a hipótese de terceiros terem participado da conduta.

Posteriormente, o garoto informou que se desfez do revólver jogando-o em um matagal próximo a um residencial chamado Ana Carla, famoso por ser habitualmente frequentado por traficantes de drogas.

Publicidade

A polícia tentou localizar a arma no local indicado, mas não obteve êxito nas buscas. Suspeita-se que bandidos do local tenham chegado primeiro.

Após o procedimento médico, mesmo sentindo fortes dores, o adolescente e a amiga de 21 anos que lhe acompanhava no momento do incidente foram encaminhados para a delegacia de polícia, para a abertura de um inquérito policial para averiguação de eventuais atos infracionais. #Pênis